São Paulo,  
Busca:   

 

 

Terror//Insurgência

 

TERROR LONDRES: bebê de 6 meses vira kamikaze.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch



IBGF,15 de agosto de 2006.

Cossor Ali e o seu marido Abbdula Ahmed estão entre os 24 presos suspeitos de participação no projeto terrorista abortado pela Scotland Yard.

A execução do projeto terrorista estava marcada para o dia 16 de agosto e consistia na explosão, em pleno vôo, de 10 aviões saídos do Reino Unido e com destino aos EUA.

Cossor, 23 anos, e Abdulla, 25 anos, têm um filho de 6 meses. O bebê deveria embarcar numa das aeronaves, ou seja, participaria da "missão suicida".

A mamadeira portada por Cossor estaria cheia de explosivo líquido.

Diante do revelado pela polícia nas investigações, as mães passageiras que embarcam com os seus bebês, nos aeroportos da Grã Bretanha, têm de beber o líquido da mamadeira e um teste é aplicado, identificador de leite. ...............
MATÉRIA.

Cossor e Abdula estão casados há três anos. Só tem um filho, ou seja, o bebê de 6 meses que integraria o grupo suicida.

Com a prisão dos pais, o bebê foi entregue para os avós.

O casal estava sem emprego e viviam em albergue (Walthamstow- suburbio leste de Londres) do estado, destinado a desocupados.

Segundo levantamentos da polícia, Cossos freqüentou a escola de Walthamstow. Uma sua companheira de escola, Bronwene Hamond, prestou depoimento e contou:- " Cossor nunca me passou a impressão de ser uma religiosa ferverosa. Usava o costume islâmico porque assim desejavam os seus pais. Na escola existiam pessoas muito mais apegadas à religião do que ela".

A polícia anunciou, sem revelar o nome, a prisão do chefe da Al Qaeda em Londres. Ele estaria envolvido no projeto terrorista de explosão de aeronaves e acabou localizado pelo serviço de contra-espionagem britânico, o conhecido MI5.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet