São Paulo,  
Busca:   

 

 

Terror//Insurgência

 

TERROR LONDRES: os ataques seriam em 16 de agosto. RASHID RAUF era o homem-chave.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

_13 de agosto de 2006.

Osama bin Laden apoia a Laskar e Toiba e Rashid pode estar ligado a Al Qaeda.


OLHO.

Um dos suspeitos presos teve contato, na Alemanha, com a mulher de Said Bahaji, organizador dos ataques de 11 de setembro de 2001, em Nova York (Torres Gêmeas) e Washington (Pentágono).
A testemunha chave é Rashid Rauf. Ele foi preso no Paquistão no dia 4 de agosto. Confessou o plano de detonar 10 aviões simultaneamente, em pleno vôo.
Não há mais dúvida que o plano foi concebido a partir do Paquistão, conforme confirmado por 007 em Islamabad.
Para os 007 de Islamabad, Rashid é ligado à Al Qarda e foi preso próximo à fronteira com o Afeganistão.
Foram as autoridades paquistanesas que informaram às britânicas, que realizou, a partir daí, 24 prisões, a partir de 10 de agosto (quinta-feira).
..........................

MATÉRIA.

O homem-chave, para a execução do plano terrorista é Rashid Rauf, cidadão britânico e de origem paquistanesa.

Rashid foi preso no Paquistão, no dia 4 de agosto passado (sexta-feira).

Seu testemunho acabou deflagrando as prisões na Inglaterra e fez com que a polícia britânica abortasse o plano de explodir 10 aviões, com destino aos EUA e saídos da Inglaterra.

Para as autyoridades paquistanesas, Rashid é ligado a Al Qaeda de Osama bin Laden. Ele foi preso não distante da fronteira com o Afeganistão, para onde se dirigia.

Por mais de três dias as autoridades do paquistão ouviram Rashid e, diante das confissões, as autoridades britânicas foram informadas. As autoridades inglesas, então, entraram em ação e realizaram 24 prisões em Londres e Birmingham.

O irmão de Rauf, de prenome Tayb, acabou preso em Londres.

Em Islamabad 4 terroristas foram presos e estariam colaborando com o plano. As autoridades paquistanesas, além das ligações do grupo com a Al Qaeda, apontam, também, com outras organizações, que operam as mesmas redes de terror: Lashkar-e-Toiba e o movimento sunita Lashkar-e-Jhangvi.

Suspeita-se, ainda, que duas organizações filantrópicas britânicas colaboram com o terrorismo internacional. Enviam ajuda financeira para o Paquistão. São ela a Mahajroon e a Hizbul Tehrir.

Sobre a Lashkar e Toiba, como já sabem os 007 britânicos, ela mantinha um campo de treinamento terrorista para jovens europeus de origem asiática. A Lashkar atua a partir de Dubai.
A Lashkar-e-Toiba é uma associação terrorista separatista da Kasmira e que tornou braço-armado da Al Qaeda. Ela ataca os paquistaneses e os indianos, que disputam a Kashimira.

Os formados pela Lashkar saem com diploma e uma renovada vontade de se entregar ao martírio. Muitos procuram contato com a Al Qaeda.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet