São Paulo,  
Busca:   

 

 

Terror//Insurgência

 

TERROR: Como seriam os passos nos aviões. As rotas e companhias escolhidas. Londres ainda em alerta (foto)

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

IBGF, 11 de agosto de 2006.
Os explosivos líquidos eram britânicos, fabricados em Manchester, Glasgow e Londres.

O kamikase-passageiro deveria levar para o avião o combustível líquido em uma maleta de mão.
Seriam usados corantes no líquido explosivo para passar por uma bebida comum, que seria colocada em recipiente de Gatorade ou numa latinha de bebida gasosa.
Ainda na pasta seria transportado um adaptado aparelho musical tipo IPOD, que serviria como detonador digital.
A detonação seria numa no interior do avião mais próximo da asa onde estaria o tanque de combustível.
As rotas marcadas no projeto terrorista chamado de Big One partiriam de Londres nas seguintes direções: Los Angeles, Chicago, Washington, Nova York, Boston e Chicago.
Para a Scotland Yard, alguns vôos de treinamento foram feitos e usadas mulheres.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet