São Paulo,  
Busca:   

 

 

Terror//Insurgência

 

TERROR. Al Qaeda divulga manifesto pós morte de Al Zarqawi. A autópsia está pronta, dúvida apenas sobre quando divulgar?

Por Wálter Fanganiello Maierovitch



OLHO.

No manifesto atribuído à Al Qaeda, o aviso é "Ataque em larga escala para abalar o inimigo". O general norte-americano George Casey, comandante das tropas no Iraque, avisou que está levando a sério a ameaça, " pois os terroristas procuram realizar aquilo que dizem". O alarta máximo já estava dado, pois considerada certa a represália depois da eliminação de Al Zarqawi.

MATÉRIA.

DUBAI (11 junho 2006).

Dois fatos preocupam as autoridades: (1) a ameaça da Al Qaeda, que chegou por internet e não por meio de gravações tramsitidas pela Tv.Al Jaazira e (2) quando divulgar a autópsia de Zarqawi, já concluída.

O comandante George Casey já esperava a reação, tanto que, imediatamente após a divulgação da morte de Zarqawi, -- lugar tenente de Osama bin Laden no Iraque, já havia dado a ordem de alerta geral.

No campo da "guerra psicológica", a vantagem é norte-americana e, agora, os terroristas ligados à Al Qaeda procurarão reverter o quadro. Antes da eliminação de Zarqawi, eles estavam em vantagem, basta lembrar o impácto causado pelas divulgadas imagens da degola de prisioneiros, dados como traidores da jihad islâmica.

O general George Casey admitiu que os terroristas cumprem as suas promessas, ou seja, "procuram realizar aquilo que proclamam"

No manifesto da Al Qaeda divulgado, os extremistas islâmicos revelam que, depois da morte de Zarqawi, houve uma reunião para definir as novas estratégias a adotar e, também, para renovar o pacto de fidelidade a Osama bin Laden.

Do manifesto consta: "Estamos planificando uma operação em larga escala para abalar o inimigo e tirar-lhe o sono, tudo de acordo com o Conselho dos Mujahiden.

No manifesto não consta a indicação do sucessor de Zarqawi.

Por outro lado, a autópsia de Zarqawi já está concluída, mas os norte-aemricanos e ingleses não sabem qual o momento adequado para anunciá-la. O resultado da autópsia foi entregue ao general americano William Caldwell, porta-voz das tropas no Iraque.
IBGF,11 junho 2006.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet