São Paulo,  
Busca:   

 

 

Terror//Insurgência

 

TERROR. Quando Setembro Vier.

Por Blog do Maierovitch www.cbn.com.br

13 de julho de 2007.






A lindíssima Gina Lollobrigida protagonizou o filme “Quando Setembro Vier”. Nessa comédia de sucesso e exibida em 1961, Lollobrigida teve ao lado o saudoso Roch Hudson e a atriz Sandra Dee.

Numa apertadíssima síntese, a comédia conta a história de um milionário norte-americano que comprara na Itália um imóvel, ou melhor, uma magnífica “Vila Italiana”.

Todos os meses de setembro, o tal milionário saia de Nova York para descansar na sua “Vila Italiana”. Isso na companhia da namora romana. Certa vez, antecipou a viagem para pegar o verão de julho e descobriu, com grande surpresa, que a “Vila”, na sua ausência, virava um Hotel de luxo.

Acabei de lembrar desse filme ao verificar que o presidente Bush e a direção da CIA (agência de inteligência do governo dos EUA), nos relatórios e nas conversas que intencionalmente deixam vazar, já falam no “Quando Setembro Vier”.


No relatório sobre o Iraque que Bush encaminhou ao Congresso ficou consignado que a Al Qaeda está forte como em setembro de 2001

Para setembro, Bush e a CIA alertam para um novo ataque terrorista da Al Qaeda, que, como em setembro de 2001 e com um substituto de Mohammed Atta, poderá partir da Europa. Só para lembrar, coube a Atta a execução do projeto e tudo começou na Alemanha, em Hamburgo.

Dois alertas de emergência já foram disparados, isto é, luz amarela para ataques terrestres e luz laranja (uma antes da vermelha) para ataques aéreos.

Quem faria o papel de Mohammed Atta, o comandante dos vôos de 11 de setembro ?



Para a direção da CIA, o principal suspeito é Abu Al Yazid, um egípcio que é confidente de Osama bin Laden e já foi o “financeiro” (contador) da Al Qaeda. A CIA não descarta, também, a possibilidade de alguns veteranos “qaedistas” estarem `frente. Daqueles que combateram no Afeganistão, Iraque e Argélia e que, hoje, estariam a cuidar dos campos de treinamentos dos novos terroristas da Al Qaeda.

Caso setembro chegue como espera Bush, fica uma pergunta fica no ar: Como a Al Qaeda conseguiu se reorganizar e tornar-se potente como ocorreu nos ataques às Torres Gêmeas, em setembro de 2001?

Não precisa ser um especialista para concluir que a invasão do Iraque serve como incentivo aos jovens islâmicos fundamentalistas radicais recrutados pela Al Qaeda, ou seja, a “Casa-Mãe”.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet