São Paulo,  
Busca:   

 

 

Terror//Insurgência

 

TERROR. Surge um herói a surpeender os Bin Laden da vida. Confira o novo herói da Raínha.

Por Blog do Maierovitch www.cbn.com.br

6/7/2007.

John Smeaton: de carregador de bagans a herói britânico.





Novo Herói.
Ao que parece, Osma bin Laden não sabia que John Smeaton trabalhava também aos sábados. Se soubesse, teria deixado para domingo o ataque terrorista ao movimentado aeroporto de Glasgow, na Escócia. Essa é a piada que circula entre os internautas, depois da façanha de John, ou melhor, Joe, para os admiradores.
John Smeaton, de 31 anos, trabalha como carregador de bagagens no aerporto de Glagow (Escócia) e atende ao terminal reservado para desembarque de estrangeiros.
No sábado 30, John descansava na parte externa do aeroporto. Segundo declarou estava sentado a fumar um cigarro: -“Bem, de quando em quando, o descanso é necessário. Não é fácil carregar e descarregar bagagens. É um trabalho duro”.
Como estava na parte externa, não assistiu quando os dois médicos-terroristas, admiradores de Bin Laden e de Ayman Zawahire (médico egípcio e segundo na hierarquia alqaedista), lançaram um utilitário em chamas, da marca Jeep, contra o terminal de desembarque internacional.
O jeep estava carregado de botijões de gasolina e de gás. Os médicos eram estrangeiros e fundamentalistas fanáticos. Com contrato, trabalhavam no Royal Alexandra Hospital.
Esse hospital ficava bem próximo ao aeroporto. Um dos médicos é o jordaniano Abdelkader Asha: ele trabalhava no hospital em razão de um convênio entre o governo da Jordânia e o Reino Unido. Sua mulher, também jordaniana, era enfermeira, no mesmo hospital.


Pois bem, John percebeu que um policial corria atrás de duas pessoas, já na parte externa do aeroporto. Certa altura, o policial agarrou-os e entraram em luta corporal. Aí, John resolveu ajudar o policial e desferiu vários golpes num dos médicos, que só depois veio saber tratar-se de terrorista.
Com o auxílio de John, o policial algemou o médico jordaniano Asha. O outro também foi preso e com queimaduras em 90% do corpo. Sob escolta, está internado. Por ironia do destino , no Royal Alexandra Hospital, onde trabalhava. Ou seja, passou de médico a paciente.
John acabou tornando-se herói nacional.. Pelo sistema de segurança interna do aeroporto, John foi filmado quando lutava com o terrorista.
Atenção: o filme já é exibido no recém criado site www.johnsmeaton.com
Não fosse John, o terrorista Asha poderia ter fugido, pois o seu automóvel estava na garagem (privativa a médicos) do Royal Alexandra Hospital.
Asha é um dos 7 médicos da célula-terrorista envolvida no ataque ao aeroporto de Glasgow. Também nos abortados atentados de Londres: dois automóveis da marca Mercedes foram encontrados com botijões de gás, calões de gasolina, sacos de pregos, e dois celulares ligados e na função de detonadores.
Na Escócia, internautas realizaram uma espécie de cadeia e deixaram pago 1.200 latinhas de cerveja para John, num dos bares do aeroporto internacional de Glasgow: Joe merece.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet