São Paulo,  
Busca:   

 

 

Imagens e Áudios

 

FUNDO DE PENSÃO: o bolso dos velhinhos.

Por IBGF/Jornal do Terra

Clique apenas no "ouça agora". Desconsidera o "assista agora".



Clique no "ouça agora" para imagens e audio. Desconsidere a outra tecla.

Os cabritos entraram na horta e deram um prejuízo de R$ 780 milhões para os que plantaram a fim de garantir um complemento às suas aposentadorias. Numa linguagem mais popular e direta, foi essa a conclusão do sub-relator da mista CPI dos Correios.

A dúvida está em se saber se deixaram os cabritos entrarem na horta ou se, por inépcia, a porteira ficou aberta. De tudo isso, o certo é que os fundos de pensão, só com as aplicações realizadas na Bolsa de Mercadorias e Futuros, tiveram prejuízo de R$ 780 milhões.

.


Só para recordar, os fundos de pensão complementam as aposentadorias. Os fundos de pensão recebem contribuições tiradas dos salários daqueles que querem garantir uma aposentadoria digna.

Pelo apurado na mista CPI dos Correios, os fundos perderam R$ 780 milhões ao investirem em contratos futuros, na Bolsa de Mercadorias & Futuros.

Enquanto os fundos perderam, ganharam as corretoras e as distribuidoras. Dentre elas, a Garanhus e Bônus Banval, atoladas até o pescoço nos escândalos de corrupção na política partidária, encabeçados pela dupla Marcos Valério e Delúbio Soares.

Portanto, e voltando aos cabritos na horta e as prejuízos que deram de R$ 780 milhões, ocorreu nos fundos gestão temerária ou gestão inepta, imprudente, em prejuízo dos que sonhavam em complementar a aposentadoria.

Em outras palavras, se já é feio roubar pirulito de criança, deixar idosos frustrados, na penúria, é uma indignidade.

É importante lembrar, a essa altura do escândalo com os fundos de pensão, que a lei de repressão à lavagem de dinheiro atribuiu à Secretaria de Previdência Complementar a fiscalização dos negócios suspeitos realizados pelos fundos de pensão.

Ora, os prejuízos levantados pela CPI mista, no valor de R$ 780 milhões referem-se ao período de 2000 a 2005. Ou seja, a Secretaria de previdência Complementar nada percebeu. Não fosse a CPI dos Correios, os complementos das aposentadorias dos idosos ficariam ainda mais comprometidos.

Até o momento, estão sob suspeita 10 corretoras que causaram prejuízos a 14 Fundos de Pensão. Isso fora eventuais conivências da administração dos fundos e a falta de eficaz fiscalização pela Secretaria de Previdência Complementar.

Em resumo, o mais novo retrato do Brasil mostra que há rapinagem até em dinheiro de velhinhos e trabalhadores.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet