São Paulo,  
Busca:   

 

 

Imagens e Áudios

 

NARCOTRÁFICO VENCEU EM 2004

Por IBGF/Jornal do Terra

Sexta, 31 de dezembro de 2004, 16h04

Narcotráfico fecha 2004 com bilhões de dólares nos bancos

- 02m58s- tempo do comentário

Na chamada Guerra às Drogas, o ano de 2004 termina com mais uma vitória da "indústria das drogas", que, só nos bancos, movimentou mais de US$100 bilhões.

Nos últimos 25 anos, os norte-americanos investiram US$ 25 bilhões para enfrentar o fenômeno representado pelas drogas ilícitas. Apesar do fabuloso aporte financeiro, a oferta de drogas proibidas só aumentou neste ano. Mais ainda, os norte-americanos, em 2004, continuaram campeões mundiais de consumo de drogas ilícitas.

No balanço de final de ano, os presidentes Bush e Uribe anunciaram, na Colômbia, uma significativa redução da área de cultivo de coca.

Em 2004, a área de cultivo de coca foi reduzida de 180 mil hectares para 65 mil hectares. Essa erradicação foi possível graças ao Plano Colômbia, iniciado em outubro de 2000. E nos quatro últimos anos, foram gastos US$ 3 bilhões. Apesar do valor e da redução de 115 mil hectares de arbustos de coca, a oferta do produto final, ou seja, do cloridrato de cocaína, não caiu no planeta.

Nos últimos 20 anos, a área de plantio de coca, na Região Andina, continua estável. Ou seja, somadas as áreas na Colômbia, Peru, Bolívia, o plantio de coca continua a ocupar 200 mil hectares.

Portanto, o militarizado Plano Colômbia foi vencido pela estratégia do pêndulo, empregada pelos cartéis das drogas. Em outras palavras, a erradicação de coca na Colômbia provocou o aumento de áreas de cultivo no Peru e na Bolívia. O governo Bush tinha prometido uma redução de oferta de cocaína para 2004. Pagou o mico e já transferiu a promessa para 2005.

Enquanto isso, as áreas de cultivo de papoula e a extração do ópio quadruplicaram no Afeganistão. Isso depois da queda do talibã e com um governo sustentado pelos EUA. Assim, o Afeganistão, sob influência norte-americana, voltou a ser o maior produtor mundial de ópio.

Um último detalhe. Se houvesse redução de oferta de cocaína, o preço dessa droga teria subido. Em 2004, a abundância da oferta puxou a baixa de preços, jamais sentida nos últimos quatros anos do falido Plano Colômbia.

» Conheça o Terra em outros países Resolução mínima de 800x600 © Copyright 2005,Terra Networks, S.A Proibida sua reprodução total ou parcial Anuncie | Assine | Central de Assinante | Clube Terra | Fale com o Terra | Aviso Legal | Política de Privacidade


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet