São Paulo,  
Busca:   

 

 

Imagens e Áudios

 

Maconha vence Bush e Kerry

Por IBGF/Jornal do Terra

A política norte-americana de Guerra às Drogas e da Tolerância Zero foi iniciada no governo Nixon e alavancada na presidência de Ronald Reagan. Um dos efeitos inesperados dessa linha política acabou sendo o aumento da demanda por drogas ilícitas. A propósito, os norte-americanos são campeões mundiais de consumo. Isso demonstra a falência de uma política que não consegue desestimular o uso.

Por inviabilizar o uso medicinal, terapêutico (não recreativo), a política de tolerância zero norte-americana vem sendo contestada. O presidente Bush levou a questão da liberação do uso terapêutico da maconha à Suprema Corte. Isso porque alguns Estados-federados, como a Califórnia, passaram a admitir o uso terapêutico dessa erva. Para se ter idéia, na Califórnia são expedidas carteiras de identificação de usuários terapêuticos, para evitar prisões.

Junto com a eleição presidencial, o estado de Arkansas vai colocar nas cédulas uma consulta sobre a liberação da maconha, para fins terapêuticos. E a maconha tomou conta dos debates, deixando, no momento, para um segundo plano a disputa Bush-Kerry. Arkansas tem cerca 2,5 milhões de eleitores. E o referendo sobre a maconha decorreu de um requerimento com 67 mil assinaturas. Em Arkansas, para se conseguir um referendo são necessárias 64.500 assinaturas.

Os democratas de Arkansas apóiam a liberação, em casos de graves patologias e mediante prescrição médica. Assim, cada paciente autorizado poderia plantar e cultivar a cannabis sativa Lynneo, nome científico da popular maconha-marijuana. Também os pacientes poderiam comprar a erva em supermercado ou encomendar por internet. Muitos republicanos, com familiares enfermos, estão dispostos a referendar a liberação, apesar da posição contrária de Bush.

No fundo, o proibicionismo do tipo fundamentalista - da tolerância zero - esquece a própria história. A morfina, usada nas anestesias, é originalmente proveniente da papoula. E os povos antigos sempre buscaram, nas plantas, os componentes para combater as doenças e os incômodos.

Deve ser lembrado, ainda, que no Brasil os médicos não podem receitar maconha para fins terapêuticos. Não há lei autorizando.


© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet