São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

MACONHA TERAPÊUTICA e HIV-AIDS.

Por IBGF/WFM



IBGF,14 de agosto de 2006.

HILARY BLACK:
"Estamos difundindo os resultados clínicos da eficácia da cannabis nos tratamentos, assim como procuramos informar a comunidade internacional sobre o tema. Estamos agradados em mostrar os nossos progressos no desenvolver da Conferência, da qual participam e intevêm autoridades internacionalmente conhecidas".

MATÉRIA.

Começou em Toranto (Canadá) a XVI Conferência Internacional sobre HIV-Aids.
Pela primeira vez serão analisados os resultados do emprego terapêutico da cannabis (marijuana-maconha) nos afetados pelo virus.
O Canadá é o país líder no emprego da cannabis para fins terapêuticos. O próprio estado cultiva e forne a cannabis para emprego medicinal.
A Conferência se encerrará no dia 18 de agosto. A organizadora é a Canadian Aids Society e o relatório sobre a experiência já é conhecido pro "Our Right, Our Choice".
Embora haja autorização legal para o uso mediante prescrição médica, a Canadian Aids Society informa que "dos levantamentos realizados só 1/4 dos doentes que usam a maconha têm autorização das autoridades (autorização legal). A maioria consegue a cannabis de fontes ilegais de venda."
Segundo a Candian Aids Society, no final da Conferência, serão fornecidas orientações, ´destinadas a médicos e doentes, sobre os direitos ao acesso e uso da cannabis para fim de tratamento.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet