São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

DROGAS. CEGO A CONDUZIR CEGOS. Colombianos no Afeganistão para ensinar repressão e fumigação.

Por IBGF/WFM

OLHO.
Convidados por dez dias, estiveram em Kabul os membros da colombiana Força Antinarcóticosos, operadores do falido Plan Colombia. Como o Afeganistão é o maior produtor mundial de ópio (extraído da papoula), os colombianos falaram sobre fumigações (derrame de herbicidas), as áreas de plantio de coca e a repressão ao narcotráfico.
No Afeganistão não existem cartéis, mas os Senhores da Guerra e do Ópio, que comandam os clãs tribais. O governo afegão já avisou, fumigação jamais. Em Kandar, as áreas de plantio são protegidas pelos talebans.
Papoula, cultivo tradicional no Afeganistão.


MATÉRIA.

O governo Bush conseguiu convencer o presidente do Afeganistão,-- que só controla Kabul--, a convidar 5 especialistas colombianos para transmitir as experiências no combate à coca e à cocaína.

A propósito, Afeganistão e Colômbia ostentam o título de campeões mundias de oferta, respectivamente, de ópio-heroína e coca-cocaína.

Cinco membros da colombiana Força Especial Antinarcóticos estiveram com as forças de repressão do Afeganistão. O coronel Oscar Atehortua chefiou a delegação colombiana e declarou: -" O problema que vocês têm é semelhante aquele que experimentamos na Colômbia. Depos de muitos erros cometidos, agora temos uma ótima força antinarcóticos". Não se sabe se o coronel Oscar contou que as fumigações levaram a uma migração e os colombianos Parques Ecológicos estão tomados de arbustos de coca.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet