São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

MACONHA. Em Israel, descoberto o cannabigerol para reduzir a pressão arterial e relaxar os vasos sanguíneos.

Por IBGF/WFM

IBGF,14 de junho de 2006.



O professor Yehoshua Maor, um doutorando da Universidade Hebraica de Jerusalém, conseguiu sintetizar em laboratório um dos canabinóides da maconha, que reduz a pressão sanguínea.

Maor desenvolveu estudos sobre a ação de componentes da cannabis no sistema cárdio-vascular e, em razão da tese apresentada, acabou ganhando o concorrido prêmio 2006 da Kave Innovation Awards. Esse prêmio é dado pelo instituto farmacêutico inglês Isaac Kave, que incentiva pesquisadores e estudantes universitários à produção de estudos e descobertas em benefício da sociedade civil e que enseje comerciaçlização.

O professor alertou que, nos casos de hipertensão arterial, nem todos os pacientes conseguem respostas positivas com os medicamentos tradicionais. Segundo o professor, “com a planta da maconha, mercê dos seus componentes, demonstrou-se efeitos benéficos aos pacientes com problemas de hipertensão arterial.

A pesquisa do professor Maor foi supervisionada pelo doutor Raphael Mechoulma. Para o supervisor, Maor descobriu uma versão sintética (produzida em laboratório) a partir de canabinóides, -- e com experiências em rato-chino--,chamada cannabigerol.

Colaborou com o professor Maor o também professor Michal Horowitz. Maor descobriu que, com pequenas doses, o sintético cannabigerol reduz a pressão sanguínea e produz “ relaxamento nos vasos sanguíneos”. Por último, a ingestão da droga não causa efeitos psicotrópicos, ou seja, não causam dependência e nem "barato".


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet