São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

TESTE antidrogas nas estradas: crescimento do número de acidentes antecipa a medida.

Por IBGF/WFM



OLHO.
A maconha diminui os reflexos e o ecstasy e as metanfetaminas aumentam a euforia de modo a levar o motorista a imprimir velocidade inadequada e manobras imprudentes.
Nos casos de óbitos e realizado o exame cadavérico, verificou-se que os drogados vão para as estradas sem inibição e colocam em risco terceiros e a si próprios.
MATÉRIA.
O governo australiano não perdeu tempo, diante do crescimento de acidentes nas estradas do país.
A partir de 01 de julho começarão os testes antidrogas nas estradas. Policiais já treinados colherão amostras de saliva para análise de eventual uso de maconha e anfetaminas.
No caso de teste positivo, será realizado um segundo para ratificação. Os dois testes, segundo revelam as autoridades de trânsito, duram 5 minutos, ou seja, a viagem poderá atrasar 5 minutos em caso de teste negativa ou ser suspensa, no caso positivo. Para os motoristas drogados, a multa prevista é de US$300, apreensão do veículo e três pontos negativos na carteira de habilitação. As autoridades de trânsito revelaram, ainda, que 1/4 dos acidentes com resultado morte, no ano de 2005, foram causados por uso de maconha ou anfetamina no volante.

Junto com o teste específico para maconha, anfetamina e metanfetamina, é feito o bafômetro, para verificação do teor alcoólico. Gli automobilisti risultati positivi riceveranno una multa di 300 dollari e tre punti in meno sulla patente.< br> Secondo dati del 2005, un quarto degli incidenti mortali furono causati dall’abuso di cannabis o metanfetamine.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet