São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

COCAÍNA: alerta do GAO sobre risco de queda nas apreensões.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

O GAO (Government Accountability Office) é uma agência independente do Congresso norte-americano. Ela estuda e recomenda ações para tornar o governo mais eficaz e responsável, além de fiscalizar contas e gastos da Casa Branca e do próprio Congresso. Muitos tratam o GAO como " cão de guarda", no sentido de caber a ele investigações em defesa do cidadão norte-americano.

.


No seu último relatório de 2005, o GAO adveriu que mais cocaína chegará aos EUA se o governo de Washington apenas continuar a encaminhar recursos para a luta contra o terrorismo e os estragos provocados pelo Katrina.

Analisando relatórios, o GAO revelou que aumentaram em 68% as apreensões de cocaína de origem andina, no arco entre 2002 e 2004. O recorde foi de 196 toneladas na chamada zona de trânsito (corredor de passagem) entre a América do Sul, Caribe e os EUA.

Alerta o GAO que os recursos e mobilizações em face da segurança interna antiterror e os acontecimentos no Iraque e no Afeganistão comprometerão os esforços e bons resultados conseguidos com as apreensões de cocaína. Com menos recursos e pessoal nessa tarefa, os resultados serão piores, segundo o GAO.

Com apoio no relatório do GAO, o senador norte-americano Charles Grassley, do estado de Iowa, concluiu: "Devemos ser mais eficientes e preparados porque estas rotas, ora utilizadas para o trânsito da cocaína, poderiam ser utilizadas pelo terrorismo".

Para o GAO, o sucesso no que toca aos autos nas apreensões de cocaína, entre 2000 e 2004, deve-se a uma melhoria no trabalho de inteligência e, também, a cooperação e sinergia entre os ministérios da Segurança Interna e da Defesa e o Departamento da Justiça. O relatório fala do trabalho fundamental que foi desenvolvido pela Guarda Costeira, que conseguiu identificar diferentes navios com carregamento de cocaína. No particular, houve ajuda, em face de cooperação internacional, da França, Holanda e Grã Bretanha.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet