São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

DROGA. preso em Londres Pete Doherty. Ele e a topmodel Kate Moss, sua ex-noiva, estiveram internados em clínica de desintoxicação no deserto do Arizona.

Por IBGF/WFM

Paty Doherty, cantor da Banda Babys Hambles.


Em outubro, a topmodel Kate Moss envolveu-se, na Itália, com uso de cocaína. Isso pouco dias antes do escândalo decorrente da overdose de Lapo Elkmann, 28 amos, maneger e herdeiro do grupo FIAT (consulte site IBGF, seção Drogas Ilícitas).

Coincidência ou não, a modelo Kate e o empresário responsável pelo marketing da Fiat internaram-se, para trantamento e desintoxicação, numa Clínica no Arizona (Clínica Meadows), mais especificamente no deserto de Sonora.

À época, a modelo Kate era noiva do cantor inglês Pete Doerty (26 anos), do famoso conjunto Babys Hambles. Por problemas com drogas, Pete Doherty também foi internado na Clínica Meadows, aquela no Arizona e no deserto.

Kate Moss, não quer mais seu nome vinculado ao de Pete.


Há poucos dias, Pete Doerty deixou, antes do final do tratamento, a clínica e Kate anunciou o rompimento do noivado.

Na noite de ontem (30 de novembro), Pete Doherty foi preso em Londres, portando drogas, para uso pessoal. Ele estava num automóvel, na companhia do amigo Peter Wolf. A polícia encontro com eles um cachimbo para fumar crack e uma porção de droga do grupo A (cocaína, heroína ou anfetamina). Como Pete era usuário de cocaína, os jornais londrinos referem-se a esse tipo droga.

Depois de passar algumas horas no cárcere, o cantor Pete foi colocado em liberdade, condicionada a se reapresentar à polícia em 3 semanas.

Lapo, o herdeiro da FIAT.




No caso de ser condenado, poderá pegar até 7 amos, em face da reincidência.

Informada a respeito da prisão do ex-noivo, a modelo Kate pediu para que não seja mais estabelecido qualquer vínculo de conexão entra ela e o cantor, pois nada mais têm em comum.

Apesar de declarar nada mais ter de vínculo com Pete, os tabliodes ingleses aproveitaram a prisão para voltar a comentar a internação na Clínica do Arizona, apontada como local de exílio para "celebridades" com problemas de consumo de droga pesada, tipo cocaína, ecstasy e heroína.

Como a clínica fica no deserto, todos os jornalistas ficam afastados da cobertura de períodos de internação. O tratamento de desintoxicação na referidal Clínica Meadows custa uma fortuna, segundo os tablóides ingleses.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet