São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

ATENTADO? CZAR antidrogas do México morre com 7 pessoas.

Por IBGF/WFM

Olho:
O czar antidrogas do México, Ramon Marin Huerta, morreu em face da queda do helicóptero, a 30 km de distância da Cidade do México. Ramon era Ministro do Interior e responsável pelas prisões de Benjamin Arrellano Félix (capo do Cartel de Tijuana- ao lado álbum da família Arrelano Félix) e de Osiel Cardenas Guillen (chefão do Cartel do Golfo). O czar estava ameaçado de morte pelos irmãos Arrelano Féliz e por Osiel. Matéria

O influnte e potente clã dos Arellano Félix.


O helicóptero havia deixado o presídio de La Palma (55 km da Cidade do México), onde estão os chefões dos carteis de Tijuana, Golfo e Juarez. Eles reclamavam de condições desumanas no presídio e já tinham ameaçado de morte Ramon Marim Huerta, czar antidrogas e Ministro do Interior.

Cerca de 30 km da capital do México, numa região montanhosa, o helicóptero caiu e todos os 7 tripulantes morreram.

O presidente da república, Vicente Fox, pediu apurações e cautela. O dia estava nublado e pode ter havido um acidente, esclareceu Fox. No helicóptero estava, também, Antonio Bernal Guerrero, que é secretário de direitos hunanos e ombudsman dos presídios. Ele tinha estado no presídio para verificar a procedências das reclamações dos presos.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet