São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

CANNABIS: uso real por intérpretes no Opera House de Berlim

Por IBGF/WFM

Os juristas entraram nas dicussão do sucedido no Opera House de Berlim, que exibe a ópera lírica The Yellow Princess, da autora francesa Camille Sain Saens.

Maconha nos palcos do Opera House de Berlim.


A peça narra a vida de uma artista que centrava a sua exist~encia no amor às drogas e ao Japão.

No curso da exibição, os personagens fumam maconha e sugerem ao público que também "queimem um baseado".

No texto frio da lei, afirmam os juristas, o uso da maconha é proibido. No caso, entretanto, a intenção dos artistas não é de uso próprio, recreativo-lúdico, mas de melhor mostrar a personagem central, ou seja, uma artista que amava essa droga.

De tudo uma coisa é certa: a maconha, como o tabaco, prejudicam gargantas e cordas vocais. E são cantores líricos os intérpretes da The Yellow Princess.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet