São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

MACONHA: cresce o cultivo caseiro

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

Dois fenômenos foram observados na Holanda. Cresceu o cultivo doméstico de maconha.

Cada vez mais, a maconha é plantada nas residências ( a lei autoriza até 5 pés). Como a taxa de desemprego subiu, os usuários cultivam a erva canábica em casa e abandonam os cafés (coffee-shopes) onde a maconha é vendida para consumo no próprio local.

Holanda: o desemprego aumentou e o número de cafés com venda de maconha caiu de 800 para 737.


Nos cafés, um cigarro de maconha (produto selecionado) custa 7 euros.

. Nas lojas, um envelope com 10 sementes custa 12,50 euros. Além disso, as lojas colocam à disposição 1.400 diferentes variedades.

Esse notado quadro de crescimento de cultivo para uso caseiro levou ao fechamento de muitos cafés. Até o início de 2005, a Holanda contava com 800 estabelecimentos. No momento, conta com 737.

As lojas de venda de sementes aumentaram. São 1.200 locais de venda de semntes de maconha.

Na Holanda, a indústria da maconha continua a faturar 283 milhoes de euros por ano.

Sobre furto de energia e aumento de consumo para plantios, veja restrospectiva abaixo. .........................................

................................... Na Holanda, por exemplo, seis pés de maconha cultivados em um quarto de residência, pode gerar lucro de 700 euros mensais para o produtor.

E estamos a falar de lucro líquido, ou seja, abatidos os custos de energia elétrica, com lâmpadas especiais e demais equipamentos comprados, livremente, nas 325 lojas especializadas, que funcionam na Holanda. E atendem pelo correio e internet.

crescem os plantios caseiros e diminuem os cofeeshops


Pela lei, cada pessoa pode cultivar até cinco pés de maconha. Mais do que isso cai na ilegalidade e no Código Criminal. Quem não planta em casa, pode fumar a erva nos 800 cafés espalhados por toda a Holanda.

A maior empresa de energia elétrica da Holanda, Cia Nuon de Eletricidade, levanta o consumo nas casas. Segundo a Nuon, a cada semana são descobertos 20 cultivos residenciais de maconha.

Vale dizer, aumenta o consumo de energia, pois as luzes especiais ficam ligadas ininterruptamente. Um levantamento com base no consumo de energia demonstrou que 100 mil holandeses cultivam maconha em casa.

As novas técnicas de cultivo, apresentadas na 9ª Feira Internacional da Maconha de Utrecht (veja comentário no nosso site sobre as feiras da Holanda, Espanha e Suíça), revelaram que o uso de lâmpadas com fibras óticas faz cair a conta de consumo de energia.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet