São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

INICIATIVA REGIONAL ANDINA (ex-Plan Colombia): o czar de Bush (foto) e Uribe querem toda o auxílio financeiro para a Colômbia

Por IBGF/WFM

No Plano Colômbia, os norte-americanos gastaram US$5 bilhões, ou seja, US$1,0 bilhões por ano.

BUSH e Walthers,fracasso na war on drugs.


Com a entrada da chamada Iniciativa Regional Andina (criação de Bush), as verbas serão repartidas e a prioridade será a luta contra as guerrilhas de esquerda (insurgência).

Para isso, o Congresso autorizou Bush a destinar US$735 milhões à IRA (Iniciativa Regional Andina). Desse bolo, a Colômbia ficará com US$553 milhões.

O czar antidrogas de Bush, --com o fim do Plano Colômbia anunciado pela secretária de Estado Condoleezze Rice--, resolveu buscar apoios para que o auxílio fosse enviado apenas na Colômbia, "para não enfraquecer a luta antidrogas". Em outras papalvras, Walthers pretende os US$735 milhões só para a Colômbia.

Evidentemente, conta com o apoio do presidente colombiano Alvaro Uribe. Ambos, Uribe e Walthers, ganharam um pesado aliado, ou seja, Roger Noriega, que é o chefe da diplomacia norte-americana. Ele não haja oportuno "interromper o fluxo financeiro de ajuda à Colômbia"

John Walthers, czar antidrogas da Casa Branca.
Uribe quer ampliar o realizado por meio do Plano Colômbia e "aumentar a luta contra o terrorismo" e, por isso, quer receber mais US$150 milhões, a completar os supracitados US$735 milhões

Sensibilizado, Henry Hyde, presidente da Comissão de Relações Internacionais do Congress, quer ajudar a causa de Walthers e Uribe. Para isso, elaborou uma carta (17 de maio de 2005), que acaba de ser enviada a todos os congressistas.

A dupla Uribe-Walthers querem continuar as fumigações de herbicidas nas áreas de plantio de coca e combater o que chamam de "narcoterrorismo", isso sem precisar fazer repartições de dólares com o Peru e a Bolívia


© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet