São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

DROGA: Tolerância zero. Teste para condutores de trem na Suíça.

Por IBGF/WFM



OLHO.

O czar antidrogas das Nações Unidas, Antonio Costa (da ONUDC), agarrado à bandeira norte-americana da war on drugs, sugeriu, absurdamente, que todas as crianças, nas escolas, fossem submetidas à testagem.

Nas profissões de risco, o presidente do IBGF, quando secretário nacional para o fenômeno das drogas, elaborou anteprojeto para testagens nas chamadas "profissões de risco": pilotos de avião, comandantes e soldados de tropas de choque.

Na Suíça, por lei que acaba de entrar em vigor, os condutores de trens de passageiros (todos de alta velocidade) estão obrigados a se submeter a testes, antes das viagens.

MATÉRIA.

Em 1999, por Portaria do então Secretário Nacional Antidrogas, Wálter Fanganiello Maierovitch, foi constituído um grupo de trabalho, coordenado pela professora Ada Pelegrini Grinover, para fornecer parecer sobre a inconstitucionalidade de testagem nas escolas.

Portaria conjunto da Sevcretaria Nacional Antidrogas e do Minisério da Educação alertou sobre a inconstitucionalidade da aplicação de testes, nos colégios.. A questão da testagem obrigatóriia nas escolas sempre foi defendida pelo governo norte-americano, pois de acordo com a política da "war on drugs". As empresas aéreas exigem que o piloto seja submetido a testagem e isto consta do contrato individual de trabalho. Agora, na Suíça, para conduzir os chamados trens-bala, a testagem é obrigatória. Ao contrário do futebol, onde a testagem é realizada no fim do jogo, os condutores de trens suíços fazem os testes antes do início da viagem.
IBGF, 14 de março de 2007.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet