São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

MACONHA DA PAZ

Por IBGF/WFM

IBGF,30 outubro 2006.



OLHO. No famoso campus Beit Mayrsdorf da Universidade de Jerusalem, conclui-se, --- no "Evento JOINT árabe-israelenses" voltado a discutir a questão da Paz e de Políticas de Drogas para o Oriente Médio---, que a legalização da maconha e do haxixe ( hashish em hebraico) pode conduzir ao fim dos conflitos.

...........
MATÉRIA

Depois dos encontros "Pic-nic com Maconha" ocorrido em TelAviv e "Paz e Drogas no Oriente Médio" em Jerusalém, realizou-se o "Join Árabe-israelense", no famoso campus Beit Mayersdorf da Universidade de Jserusalém (Monte Scopus).

O evento foi organizado pelo partido político Ale-Yarok (Folha Verde), liderado pelo polêmico Boaz Wechtel. Além de estudantes estavam presentes ativistas pela paz árabes e istaelenses.

Para os organizadores e alguns ativistas, "na busca da paz na região, a maconha e o haxixe ( hashish na língua hebraica. O haxixe é a resina extraída da folha e inflorescências da cannabis fêmea) tem papel fundamental, pois aliviam tensões.
1- a maconha e o haxixe tornam as pessoas menos agressivas e dialogam com os espírito desarmado;

2- a legalização representaria um duro golpe contra o terrorismo, pois o tráfico de haxixe representa fonte de financiamento do Hezbollah. 3- a legalização do plantio de maconha ajudariam os agricultores da região que vêm experimentando prejuízos há anos.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet