São Paulo,  
Busca:   

 

 

Drogas Ilícitas

 

DROGA. Coréia do Norte, crise nuclear pode causar aumento da oferta de anfetaminas para a China.

Por IBGF/WFM

IBGF, 16 de outubro de 2006.

Kim Jong II, ditador da Coréia do Norte.




A Coréia do Norte é um grande centro asiático de produção de anfetaminas.

Os laboratórios operados por narcotraficantes dedicam-se a elaboração do "ICE", anfetamina conhecida no Brasil como a drogas dos camioneiros (tira o sono e a sensação de esgotamento físico).

O maior mercado consumidor da droga produzida na Coréia do Norte é a China.

Com o estremecimento de relações em face dos testes nucleares promovidos pela Coréia do Norte e que resultaram na imposição de sanções perlo Conselho de Segurança da ONU, a polícia de fronteira da Coréia do Norte tende a facilitar ainda mais a passagem de anfetaminas enviadas ao mercado consumidor de Pequim.

O tráfico aumenta no inverno quando os dois rios fronteiriços congelam: os traficantes têm maior facilidade para o escoamento.

É o que anuncia o Centro de Informações para promoção dos Direitos Humanos e a Democracia, sediado em Hong Kong.

Em agosto, dois chineses foram presos em Dangdong com cerca de 1 kg de "ice". Eles confessaram a aquisição da droga na Corea do Norte. Estão condenados à morte, estando suspensa a execução da pena por causa de recurso de apelação interposto.

IBGF, 16 de outubro de 2006.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet