São Paulo,  
Busca:   

 

 

Máfias/Dinheiro Sujo

 

Guerra entre clãs da Drangheta. Pelle e Vottari contra Nirta e Strangio.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

31 de agosto de 2007.



Sob o prisma econômico-financeiro, a ‘Ndrangheta é considerada a mais potente das máfias italianas.

A ‘Ndrangheta ocupou parte do espaço deixado pela Cosa Nostra, quando ela decretou guerra contra o Estado-italiano: dinamitou Milão, Roma e Florença e eliminou juízes, políticos e policiais.

No final de 2006, num trabalho conjunto entre as polícias e as magistraturas da Alemanha e Itália, descobriu-se que a ‘Ndrangheta movimentava fortunas e especulava nas bolsas de valores tedescas.

Ao contrário do que acontece com a Cosa Nostra e a Camorra, contam-se nos dedos, com relação à ‘Ndrangheta, os “arrependidos”, que uma vez presos abandonam a organização e passam a colaborar com a Justiça.

São poucos os delatores em razão dos chamados “casamentos de sangue” entre membros de clãs da ‘Ndrangheta: confira, na seqüência, o caso Maria Stangio e Gianluca Nirta (do clã Nitra-Stangio).

A ´Ndrangheta, especializada no tráfico de armas de fogo e de drogas, lava pesademente dinheiro sujo das suas atividades na Alemanha.

. Só para recordar, no dia 15 de agosto passado, verificaram-se seis assassinatos de membros da drangheta em Duisburg, na Alemanha: os executores invadiram com metralhadoras o “Ristorante da Bruno” (Restaurante Casa de Bruno)

. As polícias da Alemanha e antimáfia da Itália procuraram verificar alguma co-relação entre os assassinatos em Duisburg e a eleiminação, em San Luca (vide post acima), de Maria Stangio, consumada no Natal de 2006.

Mario morreu em casa,metralhada no lugar do marido Gianluca Nirta.

No bairro calabrês de San Luca, o clã Stangio-Nitra encontra-se em guerra com o dos Pelle-Vottari.

Ontem, em Reggio Calábria (capital da Calábria), a polícia antimáfia prendeu 32 membros da ´Ndrangheta, dentre eles nove mulheres.

Dado como capo-mafia da famiglia Nitra, acabou preso Gianluca, viúvo de Maria Strangio. A polícia não conseguiu capturar os chefões da “famiglia” Pelle (Giuseppe, Antonio e Francesco).

Para o ministro do Interior da Itália (cuida das polícias e dos 007 dos serviços de inteligência), um trabalho cooperativo com a Alemanha está sendo realizado com o objetivo de atingir o patrimônio financeiro da ´Ndrangheta naquele país tedesco


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet