São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Paolo Borsellino. Memória das Cinzas

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

19 de julho de 1992, morre, dinamitado pela Máfia siciliana, o magistrado Paolo Borsellino.


---Hoje, 19 de julho de 2017, na rádio CBN e no Jornal da CBN primeira edição, eu e o jornalista Milton Jung recordamos a morte de Paolo Borsellino e destacamos a importância do seu legado, inclusive ao Brasil.


A matéria está no site da radio CBN e registrada nos comentários de Walter Fanganiello Maierovitch, no quadro Justiça e Cidadania.

19 de julho é dia para se exercitar a memória. A memória das cinzas.

Como acontece há 25 anos...., as igrejas italianas vão disparar os seus sinos contra a violência. E isto para lembrar o que não pode ser esquecido: a ousadia e força do crime organizado, que é parasitário e suga os Estados nacionais.

Por sua vez, os jornais europeus, como em todo 19 de julho, vão lembrar a seguinte frase de Borsellino: -“Quem tem medo morre todos os dias. Quem não tem medo, morre uma vez só”.

.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet