São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Referendo sobre legalização da maconha juntamente com eleição para presidente dos EUA

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 29/2/2012
A sociedade decide












Uma pesquisa do Instituto Gallup animou os ativistas pela liberação da maconha para uso lúdico-recreativo por maiores de 21 anos. Publicada em outubro do ano passado, e informada neste blog Sem Fronteiras, a pesquisa do Gallup mostrou que 50% dos cidadãos norte-americanos são favoráveis à liberação do consumo de maconha para finalidade recreativa. O Gallup fez comparações e concluiu que, de 2006 a 2010, houve um aumento de 10% dos favoráveis à legalização do consumo para finalidade lúdica. Vale registrar que 16 estados norte-americanos permitem o porte e o consumo de maconha para uso medicinal.


Embalados com a pesquisa, e já assimilada a derrota ocorrida em 2010 na Califórnia, dois estados, em 6 de novembro durante a eleição para a escolha do presidente dos EUA, farão consulta sobre a liberação da maconha para uso recreativo a maiores de 21 anos e com porte livre de até um onça (28 gramas) ou plantio residencial de até 6 pés de erva canábica.


Washington e Colorado serão os dois estados que farão o referendo em 6 de novembro e aproveitarão, para não encarecer, a chamada para a votação presidencial. No Colorado será o segundo referendo. Em 2006, os eleitores não aceitaram a legalização.


Pano rápido. Depois de silenciar sobre a operação policialesca na Cracolândia, não se deve esperar pronunciamentos do ex-presidente Fernando Henrique sobre os referendos em Washington e no Colorado. Apesar de se autoproclamar líder planetário por mudanças progressistas nas proibicionistas Convenções da Organização das Nações Unidas (ONU).


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet