São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Roconquista da Rocinha representa prejuízo para o crime organizado empresarial

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 13 de novembro de 2011.


Rocinha, operação de retomada: 13 de novembro de 2011.



Existem várias obras que tratam do tema da Máfia empresarial, ou melhor, concluem haver o crime organizado de matriz mafiosa adotado , há anos, o modelo empresarial.
.

De se acrescentar que o crime organizado especial (não meras quadrilhas e bandos) tem como ideologia única o lucro. Pelo lucro, as pré-máfias e as máfias enfrentam, guerreiam o Estado, ou submergem para, passadas as ações repressivas e enérgicas, voltarem às atividades lucrativas. .
.

Com efeito, não surpreende ter o executivo da Rocinha, apelidado Nem, fugido do morro (acabou preso por obra do acaso no porta-malas de um carro quando já distante da Rocinha). Isto tão logo teve a certeza da data designada para a reconquista do território pelas força de ordem. .
.

Os chefões do Comando Vermelho, --facção rival aos Amigos dos Amigos (ADA)--, também “deram no pé” por ocasião da retomada do Complexo do Alemão. .
.

Ambas as organizações criminosas preferiram submergir e, como se verificou no Comprlexo do Alemão, microtraficantes dedicam-se a corromper policiais, sem parar a venda de varejo: há comprovado caso de corrupção a envolver soldados dos Exército. .
.

Com a debandada do executivo do ADA da Rocinha, ---ele uma espécie de CIO do crime organizado empresarial (Chief Information Officer) e apelidado Nem--, as forças de ordem conseguiram ocupar a Rocinha, em poucas horas: a previsão era de ocupação demorada, a avançar pela noite e com emprego de helicóptero com emprego de captadores infra-vermelho). .
.

A operação de retomada foi planejada durante todo este ano. E quando se aproximava a data fixada para a retomada, os serviços de inteligência, -- como destaca o jornal O Globo deste domingo--, já tinham mapeado os lugares onde cerca de 200 fuzis e munições tinham sido enterrados. .
.

Esse tipo de estratégia da criminalidade (esconder arzenal bélico) é indicativo de intenção de recuperar, no tempo oportuno, a Rocinha. Caso contrário, teriam os delinqüentes organizados realizado a retirada do material bélico, pois, como anotado acima, uma organização empresarial foge de prejuízos. .
.

Até agora não se confirmou a notícia de que o ADA teria colocado minas explosivas em certas áreas próximas às matas. Tudo com o objetivo de mandar aos ares os policiais em ação de localização de traficantes escondidos. .
.

Por outro lado, as instalações das unidades pacificadoras (com a Rocinha serão 19) acarretaram migrações de criminosos. Para outras áreas distantes e ainda sob controle da delinqüência organizada. Em razão de um acordo entre ADA e Comando Vermelho, selou-se um temporário pacto de paz e os que fogem são recebidos sem hostilidades, ainda que em território rival. .
.

Pano Rápido. A Rocinha sempre foi tida, pelos serviços de inteligência, como entreposto de drogas e de armas. Vamos torcer para que grande quantidade de drogas e armas sejam apreendidos. Dar prejuízo ao crime organizado empresarial é a mais eficaz das estratégias de contraste a esse fenômeno. .
.
--Wálter Fanganiello Maierovitch-- .....................


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet