São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Droga proibida em troca de votos na Colômbia

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 01 de setembro de 2011.




Droga em troca de voto. Nas cidades colombianas as campanhas eleitorais estão intensas tendo em vista as eleições administrativas (reginais-municipais: prefeitos e vereadores).



Segundo cálculos oficiais, mais de 100.000 colombianos estão com inscrições deferidas e concorrem aos cargos políticos.



Pela primeira vez em campanhas eleitorais apareceu uma denúncia de troca de voto por droga. Consoante denúncia do candidato Alfredo Palencia Molina, nos municípios do estado de Atlântico existe pessoas com mochilas carregadas de maconha e de drogas sintéticas que as ofertam em troca de promessa de voto.



Palencia Molina acaba de afirmar que possuiu prova farta da tais trocas de drogas proibidas por sugrágios. Ele vai até mais longe e alerta sobre candidatos que se aproximam de dependentes químicos e, para aliciamento eleitoral, ofertam drogas ilícitas.



As denúncias de Palencia Molina estão publicadas na edição de hoje do principal jornal de Barranquilha, de nome ‘El Heraldo’.



Até agora, as autoridades colombianas não se manifestaram sobre as denuncias de Palencia Molina, que é candidato.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet