São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Terrorismo. Primeiro ministro da Noruega autoriza divulgação de carta de grupo que assume a explosão no centro de Oslo

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 22 de julho de 2011.


Centro de Oslo.





O primeiro ministro da Noruega, --Jens Stoltenberg--, autorizou a divulgação de carta onde o grupo terrorista Ansar al-Jihad al-Alami assumiu a responsabilidade pela explosão, no centro da capital Oslo (Noruega), de uma bomba no prédio onde estão os escritórios do chefe de governo, o ministério do Petróleo e a redação do jornal “VG”.



Quanto à motivação, o grupo terrorista fala em represália pela presença de tropas da Noruega no Afeganistão (coordenação da OTAN-NATO), vista como insulto ao profeta Maomé.



A explosão provocou a morte de duas pessoas e ferimentos em cerca de 15 cidadãos noruegueses. Algumas agência noticiosas falem em 7 mortos, pois 5 dos feridos não teriam resistido.



Como depois da explosão houve disparos de metralhadora durante a marcha do partido trabalhista liderado pelo primeiro-ministro Jeans Stolnberg, a polícia investiga uma eventual correlação entre a explosão e os disparos. A marcha dos trabalhistas foi na ilha de Utoya, distante cerca de 30 km de Oslo. O autor dos disparos logrou ser preso e quatro pessoas morreram metralhadas.



Pano Rápido. O premier norueguês não estava no escritório quando da explosão e também não participava em Utoya da marcha dos membros do seu partido trabalhista. Para os serviços de inteligência europeus, a conclusão da perícia é fundamental para se poder concluir por ataque terrorista e se o tipo de ação enquadra-se no perfil do grupo que assumiu a explosão.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet