São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Droga. Greve por um dia para reflexão sobre os ganhos das internacionais criminosas

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 25 de junho de 2011.






Greve de uso. Um dia, domingo 26, sem uso para reflexão sobre os US$500 milhões de faturamento anual da indústria das drogas.



Amanhã, domingo, organizações não governamentais promoverão o “Pause Drugs”, ou seja, um dia de pausa de consumo para desfalcar o patrimônio do crime organizado. Trata-se, na verdade, de uma interessante provocação endereçada às organizações criminosas que exploram o tráfico ilegal de drogas.



A proposta é de abstenção, por um dia e reflexão sobre os ganhos vultosos obtidos pelas organizações criminosas que se dedicam ao narcotráfico..



A reflexão recairá num mercado criminal que movimenta US$500 milhões por ano. Movimento igual ao produto interno bruto (pib) de 40 países.



Como as Nações Unidas promovem amanhã a XXIII Jornada Mundial Sem Drogas, a comunidade terapêutica Saman (www.saman.it ) e a European Action on Drugs ( www.ead.eu ) colocaram no Youtube um vídeo da campanha Pause Drugs, com duração de menos de três minutos.



Para o presidente da Saman, Achille Saetti, os jovens devem ser informados sobre o mercado das drogas: - “ Nos últimos dois anos, usaram cocaína 3,2% da população entre 15 e 34 anos de idade.



Outro dado conhecido é que no ano de 2010 cerca de 150 milhões de pessoas consumiram algum tipo de droga proibida.



Com a reflexão e conscientização, esperam os organizadores, num futuro próximo, desfalcar o “bolso” das internacionais criminosas: - “A meta é afetar o fluxo de capitais do narcotráfico que é utilizado para alimentar as organizações criminosas, com todas as suas conseqüências sobre fenômenos conexos. Por exemplo, contrabando de armas, violações de direitos humanos, guerras, ditaduras, etc”, explica o presidente da Saman.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet