São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Presa esposa do ex-ditador egício Mubarack por enriquecimento sem causa. Ela recebeu milhões do tirano líbio Kadafi

IBGF, 13 de maio de 2011.

Suzanne Mubarack




Ensina a sabedoria portuguesa que quem cabritos possui e cabras não as têm, de algum lugar provém. Pois bem, Suzanne Thabit Mubarack, esposa do ex-ditador Hosny Mubarack do Egito, nunca teve cargo público, jamais trabalhou, não recebeu herança e nem ganhou na loteria. Como Suzanne possui uma fortuna considerável e sem causa conhecida, o procurador-chefe do ministério Público egípcio, Isam Jawahri, logrou obter, após investigação, a sua prisão preventiva.



Suzanne Thabit Mubarack já está recolhida no cárcere feminino de el-Qanater, distante 16 km do centro do Cairo.



Hoje começou o interrogatório de Suzanne e o procurador já ficou sabendo haver ela recebido US$5,0 milhões de presente do ditador líbio Muammar Kadafi.



Até agora, ela ainda não conseguiu explicar a origem do grande patrimônio imobiliário que se encontra no seu nome e produz renda.



Por outro lado, a Suíça congelou as contas bancárias do casal Mubarack, embora não tenha revelado os valores. O segredo bancário é apontado como impedimento para se tornar público o montante mantido em contas bancárias correntes.



Com o assassinado do presidente Anwar al Sadat em 1981, assumiu o poder o também militar e vice-presidente Hosny Mubarack. A chamada primavera árabe o tirou do poder neste 2011. E o estopim da revolta popular foi provocado pelo fato de o octogenário Mubarack tentar impor o filho mais novo, Gamal Mubarack, 47 anos, como seu sucessor . No particular, o Exército não apoiava Mubarack e assistiu, sem intervir, a revolta popular.

--Wálter Fanganiello Maierovitch—


© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet