São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Bin Laden. Na agenda do terrorista os dias simbólicos para ataques espetaculares nos EUA.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 12 de maio de 2011.



Bin Laden.



1. Na casa-esconderijo usada por Osama bin Laden em Abbottabad (Paquistão), os militares da Navy Seals, --tropa de elite fundada em 1962 para missões especiais--, apreenderam a agenda do terrorista que restou morto.



Algumas das anotações dessa agenda começaram a ser reveladas por autorizados 007 da Central Intelligence Agency. E esses agentes ressaltaram, com base nos escritos grafados na agenda, que Bin Laden tinha uma compulsão pela promoção de ataques espetaculares contra os EUA.



Mais ainda. Os ataques espetaculares, segundo ordenava Bin Laden, deveriam acontecer somente em 4 de julho ou 11 de setembro. Ou seja, no dia da declaração da independência dos EUA e dos covardes ataques alqaedistas de 11 de setembro de 2001.



Outra revelação, conforme divulgado pelo Washington Post, diz respeito à nova forma para arregimentação de futuros alqaedistas.



Bin Laden deu permissão para que não crentes no islamismo ingressassem nas fileiras alqaedistas. Assim, Bin Laden, na agenda, recomendou a inclusão de latinos e de afro-americanos, ainda que não islâmicos.



--2. Pano Rápido. A certeza de que jamais seria encontrado, levou Bin Laden a descuidar da segurança das informações.



Já se sabe, por exemplo, que o terrorista copiava e enviava, por “estafeta”, “cd" e pen-drive” . Os destinatários dos arquivos eletrônicos eram os integrantes dos segundo e terceiro degraus da hierarquia alqaedista, ou seja, Ayman al Zawahiri e Atiyah al Rahman.



--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet