São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

O Testamento deixado por Osama bin Laden

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 04 de maio de 2011.


Bin Laden deixou ordens para depois da sua morte.


O presidente Barack Obama tem ouro em pós nas mãos. Ou seja, o testamento deixado pelo terrorista Osama bin Laden. E Obama deverá difundir gramas para abafar as inúmeras falhas na operação que culminou com a eliminação física de Bin Laden.



O testamento está na posse da National Counterterrorismo Center e da National Securit Agency.



Bin Laden, na memória do computador apreendido no seu dormitório, elenca o nome dos operadores da rede alqaedista.



Consta como, pós morte de Bin Laden, deve ocorrer a comunicação entre eles e a Al Qaeda central.



Mais ainda, no testamento estão descritos os planos da organização e as prioridades na sua execução.



O sucessor de Osama está indicado no referido testamento.



Também encontram-se definidos os degraus hierarquia pós morte de Bin Laden e indicados os nomes dos ocupantes dos postos.



A Al Qaeda, pelo testamento, continuará com formação piramidal, ou seja, com um homem na cúpula (vértice) de governo: o monarca do terror.



No testamento, Bin Laden deixa instruções sobre como proceder com as chamadas “células adormecidas” nos EUA e na Europa.



O testamento revela a localização das “células adormecidas” e a identicação por codnome dos seus responsáveis.



No testamento existem recomendações específicas para os grupos terroristas do Oriente Médio e do Golfo Persa. E recomendações gerais para os que usam a marca Al Qaeda e a rede de fanáticos anônimos conectados às redes telemáticas alqaedistas, tudo para depois da morte de Bin Laden.



O testamento faz menção a agentes do terror que estão em centros urbanos, a levar vida sem levantar suspeitas, mas prontos para uma ação terrorista.



Esse tesouro de informações deve precipitar ações repressivas em várias partes do planeta. E com elas a rede alqaedista será atingida pesadamente.



Agentes da CIA, no momento, tentam bloquear ou atrasar ao máximo uma esperada mensagem sobre a morte de Bin Laden. Mensagem elaborada pelo vértice alqadista e provavelmente da lavra de Ayman al Zawahihi, o médico egípcio que ocupava o segundo posto na hierarquia do terror fundamentalista.

Walter Fanganiello Maierovitch-- .


© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet