São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Kadafi discursa na praça Verde e recebe apoio do corrupto ditador Robert Mugabe, do Zimbabue

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 25 de fevereiro de 2011.
Kadafi, hoje, na praça Verde.



--1. Em Trípoli, a oposição tinha programado para hoje uma mega manifestação na Praça Verde.



Os mercenários e a guarda pretoriana de Kadafi, logo cedo, ocuparam a referida praça. E cerca de 200 opositores, no começo da tarde, não conseguiram permanecer na praça Verde.



Diante do bloqueio, houve mudança do local da concentração. Assim, os líbios contrários a Kadafi reuniram-se no bairro periférico de Tajura. E , segundo a televisão satelital Al-Arabiya--, estão reunidas perto de 50 mil pessoas.



Para surpresa geral Kadafi, --na mesma praça Verde da frustrada manifestação da oposição--, convocou os líbios a fim de apoiarem o regime.



O coronel Kadafi apresenta-se apenas como um líder revolucionário. Mas, de fato, comanda uma ditadura desde 1969. E o tirano Kadafi se apresenta , nos foros internacionais, como chefe de governo e de estado.



Kadafi esteve na praça Verde e discursou: - “Voces são o povo. Preparem-se para defender o país. A nossa jihad já permitiu libertarmos da colonização italiana. E o povo unido pode vencer cada um dos ataques contra o país”. Cerca de 1,5 mil pessoas, segundo as agência internacionais, ouviram Kadafi na praça Verde.



Hoje, Kadafi recebeu o apoio do corroupto ditador Robert Mugabe, do Zimbabue. O próprio Mugabe se encarregou de comunicar às agências noticiosas o apoio dado a Kadafi.



O octagenário ditador Mugabe ofereceu asilo a Kadafi, no caso de resolver deixar a Líbia.



PANO RÁPIDO. Pelas informações, Kadafi resiste na região oeste (antiga Tripolitânia) e mantém o controle sobre a capital Trípoli.



A antiga região da Cyrenaica, cuja cidade principal e segunda maior do país é Benghasi, está sob domínio dos rebeldes, que avançam para conquistar Trípoli.



Diante desse quadro existe apenas uma certeza, ou seja, o banho de sangue vai continuar. E o ditador Kadafi já avisou que lutará até a morte.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet