São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Operação Guilhotina. Beltrame afasta o chefe da polícia civil mas não a crise

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 15 de fevereiro de 2011.


Allan Turnowski, afastado da chefia da polícia civil do Rio.


--1. O secretário José Mariano Beltrame acaba de afastar o delegado Allan Turnowski da chefia da polícia civil. Mais uma vez, agiu com acerto.


Depois da Operação Guilhotina, -- que resultou na prisão de 30 policiais dados como envolvidos em pesado esquema de (a) corrupção, (b) de venda de armas apreendidas, (c) apropriação de entorpecentes confiscados e (d) de ligações com quatro organizações criminosas--, intensificou-se a queda de braço entre Turnowsky, chefe da polícia civil, e o delegado Cláudio Ferraz, titular da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Drago) e com longa ficha de bons serviços, como, por exemplo, prisões de dois políticos estaduais e de muitos chefes de milícias (paramilitares).


As desavenças internas na cúpula da polícia civil são antigas. Só que se intensificaram, por incrível que possa parecer, depois do sucesso das operações no complexo do Alemão e na Vila Cruzeiro, quando o Estado, depois de anos e pela primeira vez na história, conseguiu retomar o controle de territórios e reconquistar o controle social.


Como noticiamos neste blog Sem Fronteiras de Terra Magazine, no curso das operações na Vila Cruzeiro e no Complexo do Alemão vazou a informação de que Turnowski estava para cair, em razão de graves denúncias.


À época, falava-se, com pedidos de reserva, que as duas operações (Alemão e Vila Cruzeiro no bairro da Penha) enfraqueciam o Comando Vermelho, que controlava o bairro, e davam trégua às milícias (paramilitares) e aos Amigos dos Amigos (ADA), cujo quartel general fica na favela da Rocinha.


Depois da Operação Guilhotina, vazou o informe de que Turnowski havia sido mencionado numa interceptação telefônica entre marginais. Falava-se em propinas recebidas de contraventores que operam jogos eletrônicos de azar e de contrabandistas.


Com cautela, o secretário Beltrame determinou fosse Turnowski ouvido apenas como testemunha e pela polícia federal. No entanto, jornalistas e emissoras de televisão foram avisadas do local e horário da coleta do testemunho de Turnowski. Em síntese, houve grande repercussão e Turnowski teve de se explicar à imprensa: ele negou com veemência as acusações.


Ainda não se sabe a razão, mas desconfia-se de represália pela divulgação do acima mencionado grampo telefônico, Turnowsky veio com o estranho relato sobre recebimento de uma carta anônima com denúncias contra o delegado Cláudio Ferraz, da Draco. E sem mais determinou o fechamento da Draco para trabalhos correcionais, apuratórios. Na tal carta anônima, que o Supremo Tribunal Federal, decidiu dever se desconsiderar se não acompanhada de prova com lastro de suficência, fala-se em propinas para evitar investigação policial sobre fraudes em concorrências públicas e em tomadas de preços para compras por prefeituras: o representante do ministério Público junto ao município de Rio das Pedras (referenciado na carta anônima) diz não ter ocorrido irregularidades e nem procedimentos instaurados, quer pela sua instituição, quer pelo Tribunal de Contas.


No meio tempo, o secretário Beltrame, depois de afirmar confiança em Turnowski (logo após o vazamento sobre a escuta telefônica com criminosos), marcou posição de independência e frisou não haver fornecido “carta-branca” a Turnowski.


Para mostrar força, Turnowski deu o chamado popularmente de “tiro no pé”. Ou seja, fez um carnaval com o inusitado fechamento da Darc e , para dizer o menos, constrangeu o delegado Cláudio Ferraz.


Beltrame, mais uma vez com acerto, baixou a bola de Turnowski e o afastou, há pouco, da chefia da polícia.


PANO RÁPIDO. A sociedade civil aguarda apurações e uma faxina nas policias. Beltrame, com passado sem manchas, saberá como fazer, apesar dos desgastes.


-- Walter Fanganiello Maierovitch


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet