São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Beatificação de João Paulo II. Marketing, rituais e coincidências

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 18 de janiero de 2011.


Karol Wojtyla.



O marketing na beatificação de João Paulo II, que ficará ao lado da Pietà de Michelangelo. --1. O pontificado de Bento XVI não decola. Para suprir a falta de carisma do papa Ratzinger, a Santa Sé resolveu colocar as fichas no prestígio deixado pelo falecido polonês Karol Wojtyla, que imperou por 27 anos, com sucesso. Sucesso não só no campo espiritual, mas no político. Ou será que alguém duvida da sua pressão para a derrubada do regime comunista na Europa ?


Os espólios de Wojtyla serão trasladados, sem exumação e exposição, das grutas vaticanas para o espaço ao lado da magnífica “Pietà” de Michelangelo, que atrai milhares de fiéis e turistas: a Pietà encontra-se protegida por vidro blindado, depois que um fanático tentou destruí-la à marteladas. Parêntese: nas grutas vaticanas estão os corpos de antigos papas, alguns em longo período de “aquecimento” para lograr a beatificação.


O dia 1º. de maio, -- escolhido para a cerimônia de beatificação--, não foi sem causa.


Wojtyla, durante 20 anos da sua vida, foi operário. E 1º. é o dia dedicado internacionalmente aos trabalhadores.


Por razões curriculares, portanto, o 1º. de maio tem plena pertinência.


Wojtyla foi, também, um cantor sacro da Misericórdia.


Quando papa, Wojtyla tomou a iniciativa de decretar, no ano2000, o denominado “Domingo da Divida Misericórdia. Esse dia cai sempre no 1º. de maio. É o primeiro domingo depois da Páscoa do Senhor.


Sobre a misericórdia, uma das encíclicas legadas por Wojtyla recebeu o título de “ Divines in Misericórdia”.


Também sob o lado histórico e litúrgico, o 1º.de maio foi bem escolhido.


--2. O prestígio de Wojtyla levou o processo de beatificação a tramitar rapidamente, como nunca se viu na história da Igreja Católica.


A morte física de Wojtyla ocorreu em 2 de abril de 2005 e a beatificação acontece seis anos e um mês depois.


--3. Pela primeira vez em dez séculos, um papa beatifica o seu antecessor. Ou seja, o papa Bento XVI beatifica o seu antecessor Karol Wojtyla. Ratzinger acompanhou o antecessor João Paulo II durante 23 anos dos 27 de pontificado, informam os vaticanistas (jornalistas especializados em Vaticano).


--4. PANO RÁPIDO. Um milagre por ter Wojtyla intercedido com sucesso está levando-o, --para usar uma linguagem católica-romana--, para a glória dos altares.


E Wojtyla, capaz de empolgar massas, supera o recorde de madre Teresa de Calcutá, beatificada em seis anos e seis semanas.


--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet