São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Drogas. Leilão de bens de cartéis agita o México.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 11 de novembro de 2010.



--1. A venda imediata de bens apreendidos com narcotraficantes, --como por exemplo automóveis, aviões, motos, jóias e iates--, só não agrada aos que gostam de ficar como depositários e aos arrematadores de leilões judiciais de coisas apreendidas novas e que, pela demora da Justiça, ficaram velhas e perderam valor de mercado.



Quando secretário nacional, convenci o presidente FHC a editar uma Medida Provisória para realizações de vendas imediatas. E as vendas eram garantidas por caução (títulos do Tesouro), ou seja, o acusado ficava com os títulos no caso de ser definitivamente absolvido.



Essa Medida Provisória acabou convertida em lei, que ficou famosa em face do leilão de bens, em São Paulo, do narco colombiano Juan Carlos Abadia.



--2. Até o final deste mês de novembro, o México mandará a leilão e à praça pública bens valiosos e apreendidos de narcotraficantes.



No total, colocará à venda 12 milhões de objetos: helicópteros, iates, automóveis, etc. Para se ter idéia, tem um relógio de grife suíça famosa avaliado em US$ 300 mil. E um anel de marca, feito em ouro e com 32 diamantes incrustados, está avaliado em US$800 mil.



O arrecadado será distribuído de modo a atender três frentes: saúde, repressão e Justiça.



No setor de saúde, a prioridade será o tratamento e a recuperação de tóxico-dependentes. Na Justiça, o objetivo será a tramitação mais rápida dos processos, com ajuda da informática. Na repressão, o emprego será na “war on drugs” do presidente Felipe Calderon e que já conta com cerca de 30 mil mortos.



--3. PANO RÁPIDO. Os cartéis mexicanos que se dedicam ao tráfico de drogas ilícitas movimentam, anualmente, US$40 bilhões.



Assim e feita a comparação com o movimentado financeiro anual dos cartéis, o Estado recolherá muito pouco nos leilões (bens móveis) e nas praças (bens imóveis).

-- Walter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet