São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Ndrangueta movimenta 55 bilhões de euros anos. Prisões e capo octogenário.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 15 de julho de 2010.

De Milão

1. Nenhuma surpresa as prisões ocorridas no dia 13/7/2010, em várias cidades italianas, com destaque para as efetivadas no norte da Itália e Calábria, de 300 associados à ‘Ndrangheta.



A Calábria é o berço e sede da potente organização criminosa. Só que a ‘Ndrangheta tornou-se transnacional. Para se ter idéia, ela foi descoberta operando na Bolsa de Valores de Frankfurt (Alemanha).



Conforme matéria de capa da revista CartaCapital de maio de 2010, o jornalista italiano Paolo Manzo, correspondente no Brasil do jornal torinese La Stampa, informou, com base em dados, que a ‘Ndrangheta, há anos, opera no Brasil.



A respeito, existe, depois da matéria de Manzo uma apuração em curso na Procuradoria-Geral da República.



Desde os anos 80, a luta concentrada contra a Cosa Nostra (Máfia siciliana) ensejou espaço para crescimento, internacional e regional, da ‘Ndrangheta (Calábria) e da Camorra (Nápolis).



Segundo a Eurispes, a atuação sem limitação de fronteiras permite à ‘Ndrangheta faturar 44 bilhões de euros anualmente.



Desse faturamento, cerca de 22.300 provém do tráfico de drogas proibidas pelas Convenções das Nações Unidas. O restante tem origem em obras públicas escamoteadas, participações acionárias em empresas italianas, usura, prostituição e tráfico de armas.



Antonio Nicasso, um dos maiores estudiosos do fenômeno ‘Ndrangheta, que foi obrigado a trocar a Itália pelo Canadá para não ser executado pelos ‘ndrini (soldados da ‘Ndrangheta), lembra que não constou do levantamento da respeitada Eurispes o ganho com a reciclagem de capitais sujos.



Segundo o professor Donato Masciandaro, docente da cadeira de Economia da Universidade Bocconi de Milão e entrevistado por Nicasso, com a reciclagem de capitais sujos a ‘Ndrangheta fatura, por ano, cerca de 15 bilhões de euros, ou seja, lucra, com as suas atividades ilícitas, mais de 55 bilhões de euros, destaca o professor Masciandaro.



Nos últimos cinco anos, conforme matéria de 2008 que escrevi para a revista CartaCapital, a ‘Ndrangheta é, entre as máfias, considerada a mais potente economicamente. Trata-se de uma organização unitária e de formação piramidal, portanto, com vértice de comando.



2. Das 300 prisões ocorridas quase simultaneamente, a mostrar uma perfeita coordenação entre as magistraturas de Milão, da Calábria e as direções policiais de repressão às máfias, chamou atenção a de Domenico Oppedisano, um capo ‘ndrini com mais de 80 anos. Ao perceber que estava sendo fotografado por jornalistas postados fora da viatura policial, Domenico, num sinal de saudação, levantou e abaixou o chapéu que protegia-lhe a cabeça do escaldante verão europeu.



Não se conseguiu a prisão do capo dei capi da ‘Ndrangheta na Lombardia, o estrategista Pino Neri. Na fase de investigações, conseguiu-se, por escuta ambiental e microcâmeras, a filmagem de uma “convenção” para os chefes da região da Lombardia (cuja capital é Milão). Na sua “conferência”, Neri falou da nova estrutura piramidal da ‘Ndrangheta, presente em 15 localidades da região da Lombardia e com 500 afiliados.



PANO RÁPIDO. Na semana passada, a direção distrital antimáfia de Nápolis descobriu que a casalese (braço da Camorra na cidade de Casal di Príncipe, tratada no livro Gomorra, de Roberto Saviano), dominava a navegação em um grande lago da região Campana (capital Nápolis) há mais de dez anos.



Em Palermo, conversei, há pouco, com o sociólogo Nando Dalla Chiesa, docente da Universidade de Milão. Ele me contou como o braço lombardo da ‘Ndrangheta conseguiu monopolizar o comércio de cimento utilizado na construção civil.



Nando Dalla Chiesa, que escreveu o livro Il Giudice Ragazzino (sobre o jovem juiz Livatino eliminado pela Máfia siciliana), é filho do general Carlo Alberto Dalla Chiesa, que a Cosa Nostra fuzilou em Palermo. O general havia logrado reprimir as terroristas das Brigadas Vermelhas e fora designado para chefiar (cargo de prefetto) o combate à Cosa Nostra.

Wálter Fanganiello Maierovitch


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet