São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Pedofilia. Decisão histórica e inédita da Suprema Corte dos EUA. Igreja é responsável por indenização.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 29 de junho de 2010.

Suprema Corte dos EUA.


. Do Vaticano, especial para TERRA MAGAZINE.

--1. O papa Ratzinger passa por outra tribulação. Além dos casos (1) de busca e apreensão judicial de dossiês sobre consumados crimes de pedofilia guardados na sede da Conferência dos bispos da Bélgica e na cripta de uma catedral, (2) de lavagem de dinheiro, corrupção e favorecimentos por parte de clérigos envolvidos com ministros e políticos italianos e que estão sendo apurados na Itália, de se acrescentar (3) a decisão de ontem, histórica e inédita, da Suprema Corte de Justiça dos EUA.



A referida Corte reconheceu a co-responsabilidade, a solidariedade obrigacional, da Igreja em caso de indenização por dano moral decorrente de crime de pedofilia atribuído a clérigo.



Segundo decisão da Corte, os sacerdotes são “dependentes” da Santa Fé e não se aplica à Igreja a imunidade concedida aos diplomatas. Em outras palavras, caiu a velha tese da Igreja de desvinculação. A propósito, com argumentos de que não paga salários aos padres, não há pensão por aposentadoria e não existe um controle hierárquico sobre o ministério.



Como conseqüência da decisão final da Corte Suprema dos EUA, e fora o reconhecimento da co-responsabilidade civil em indenizações por danos morais, o papa Ratzinger poderá, em processos em tramite nos EUA, quer civis, quer criminais, ser convocado como testemunha.



--2. A decisão da suprema Corte dos EUA foi lançada em processo indenizatório contra o espólio do falecido sacerdote Andrew Ronan e a Santa Fé. O autor da ação é um cidadão do estado de Oregon que foi, aos 15 anos de idade, molestado sexualmente pelo padre Ronan.



Nos autos do processo está demonstrado que o então padre Ronan tinha sido, pela Santa Fé, transferido da Irlanda para os EUA em razão de ter abusado sexualmente de menores. E existe declaração do padre, pouco antes de falecer no ano de 1992, a reclamar da Santa Sé: - “colocaram-me em outro colégio de crianças do sexo masculino embora sabedores do meu problema”.



--3. Pano Rápido. Nos EUA, a Igreja já desembolsou, por força de ações indenizatórias em que foi condenado por ilícitos perpetrados por padres pedófilos, US$1,269 bilhões, entre maio de 1994 e outubro de 2009.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet