São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Campanha antitabagista associa cigarro a sexo oral e irrita ministra francesa da pasta da Família.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 25 de fevereiro de 2010.





A ministra francesa da pasta da Família, Nadine Morano, solicitou a retirada das televisões e o recolhimento dos cartazes da campanha “Direitos dos Não Fumantes” (Droits des non-fumeurs).



Para a ministra Morano, a campanha associa o tabagismo a uma coação sexual. Usa duas imagens diversas, mas com a mesma associação de coação a sexo oral.



Numa das imagens uma garota está ajoelhada e com um cigarro longo entre os lábios da boca. Ela está defronte a um homem adulto, encostada a ponta do cigarro na linha da braguilha da calça. Referido adulto coloca a mão na cabeça da garota, como a obrigá-la a fazer sexo oral.



Em outras palavras, pelas imagens tem razão a ministra. Parece que os jovens (garota e garoto) estão sendo obrigados a fazer sexo oral com um homem adulto. Ou melhor, coagidos à “fellatio in ore”, para usar a expressão dos livros de Medicina Legal, em capítulo sobre sexologia forense.



O presidente da não governamental “Droits des non-fumeurs”, Gérard Audureu, admitiu o conteúdo sexual das imagens. Só que não concordou com a coação: “ Consumir tabaco é um ato voluntário”, como a explicar que o atentado violento ao pudor envolve uma violência contra a vítima.



Gérard afirmou que a campanha foi muito bem aceita e os resultados são excelentes entre o público jovem. As críticas, frisa, provém daqueles com mais de 50 anos de idade, a quem as mensagens da campanha não são destinadas.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet