São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Benigni ironiza Berlusconi. Novo clip sobre as aventuras de Berlusconi faz sucesso.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 13 de outubro de 2009.

Roberto Benigni.


O premier Silvio Berlusconi não atravessa bons momentos.


Na semana que passou, a Corte Constitucional cassou a lei ordinária que beneficiava Berlusconi com a suspensão de rumoroso processo criminal por corrupção.


Perante o tribunal de Milão, o feito vai voltar a tramitar nesta semana. A condenação de Berlusconi é mais do que certa. O co-réu, David Mills, já foi condenado por falso testemunho ao omitir, para favorecer Berlusconi, fatos sobre corrupção perpetrada pelo atual premier.


Quinta feira, Masimo Ciancimino, –filho do falecido capo mafioso Vito Ciancimino, que foi prefeito de Palermo e passou sete anos preso por associação mafiosa–, compareceu ao programa televisivo Anno Zero da Raí 2. Na entrevista, ele deixou claro que Marcello Dell´Utri, braço direito de Berlusconi e senador pela Sicília, era o elo entre a Máfia e política. Foi Dell´Utri quem indicou um mafioso para cavalariço e agricultor numa fazenda de Berlusconi, apesar dele nunca ter tratado de cavalos e nunca atuado como lavrador. Para Ciancimino, a Máfia exigia alguém próxima de alguns negócios do premier.


Não bastasse, ninguém mais acredita na sua história de ter Berlusconi conquistado Patrizia D´Addario e feito sexo com ela de graça. Na sua primeira aparição em programa televisivo, Patrizia recordou um diálogo com Berlusconi, que gravou e está na posse do Ministério Público de Bari.


Berlusconi disse-lhe o seguinte: “Alessia, me conte o seu nome verdadeiro, não o de prostituta e coloque num papel o número do seu telefone, para que possa chamar-te para outros encontros”.


Sem saber da gravação feita por Patrizia, Berlusconi deu entrevista a se gabar de conquistar mulheres. Ele ressaltou nunca haver saído com garotas de programa e pago “michê”. Pelo que se apurou até agora, cerca de 30 garotas de programa foram colocadas à disposição do premier, para as suas festas privadas.


Patrizia D´Addario.

Pressionado, Berlusconi soltou duas pérolas. Afirmou ser o melhor primeiro ministro dos últimos 150 anos e a pessoa mais perseguida que se tem notícia.


No final de semana, em show realizado em Termi, o excepcional Roberto Benigni não deixou por menos. Durante o espetáculo disparou, sem citar o nome de Berlusconi: - “Eu sou o maior cômico dos últimos 150 anos”.


Numa outra passagem e sobre perseguição, soltou: - “ Jesus Cristo é a segunda pessoa mais perseguida de todos os tempos”.


Benigni não deixou de ironizar o Ministério de Berlusconi, que tem Mara Carfagna, uma modelo de fotos eróticas, como ministra da Igualdade de Oportunidades, e um sindicalista que foi chefe de estação ferroviária, Sandro Bondi, como ministro da Cultura.


O show de Benigni ocorreu no curso de um evento realizado no museu diocesano de Termi, sob patrocínio do Bancopers. Benigni disse ter estranhado o convite, pois, durante o evento, se discutiu religião, como, por exemplo, a nova encíclica “Caritas in Veritate”, do papa Bento XVI.


Sobre o seu espanto, aproveitou para ironizar com o ministro Bondi, ex-chefe de estação ferroviária e dirigente sindical: “- Que coisa faço eu aqui, num evento sobre temas religioso ? Sinceramente, estou como o ministro Bondi, num evento sobre cultura”.


Por outro lado, um segundo vídeo-clip dispara em audiência no You Tube. O autor é Tony Troja. Ele é o mesmo do primeiro clip e o tema continua igual, ou seja, as aventuras e “puttanate” de Silvio Berlusconi. Confira os dois vídeos musicais: links, abaixo.

http://www.youtube.com/watch?v=t8711OrAj_A&NR=1


http://www.youtube.com/watch?v=kpJkfcvZo7A

–Wálter Fanganiello Maierovitch–


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet