São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Maconha. Holanda tenta acabar com o turismo da maconha. Em coffe-shop, maconha só para residentes.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch/CARTA CAPITAL

IBGF, 14 de setembro de 2009.

Incomodados com o turismo da maconha. E, ainda, com o fato de os belgas, alemães e franceses, estarem a atravessar as fronteiras para se abastecerem de erva canábica, os holandeses conservadores conseguiram uma vitória no Conselho de Ministros. Isto por força da coalizão governamental entre católicos e centristas.



A partir da próxima primavera, ou seja, no início de 2010, para consumir maconha em coffe- shop holandês, o freguês vai ter de mostrar a carteira de residente : membership. Assim, o turista não poderá comprar maconha num coffe-shop.



Os trabalhistas conseguiram manter a política voltada a distanciar os usuários de drogas leves dos traficantes. Em outras palavras, os cafés continuarão a poder vender maconha, pois a restrição será apenas para os não residentes na Holanda. Mais, em casa, cada holandês poderá continuar a ter plantado, em vasos, até cinco pés de maconha, para uso medicinal.



A política liberal holandesa permitiu a venda, por noite, de até meio quilo de maconha em cafés, para consumo no próprio local. O primeiro coffe-shop autorizado a vender maconha, sempre para maiores de idade, foi o Sarasani, na cidade de Utrechet.



O famoso café Sarasani, na universitária Utrecht, vende maconha aos seus clientes desde 28 de novembro de 1968, ou seja, há mais de 40 anos.



Pano Rápido: A preocupação maior dos governantes, principalmente os prefeitos de cidades de fronteira ou próxima dela, é com a queda de arrecadação.



Nas grandes cidades, em especial na capital Amsterdã e em Mastricht (onde nasceu a Comunidade Européia), a proibição de compra de maconha por turistas deverá afetar profundamente o “PIB”.



Dizem os holandeses liberais que a proibição será esquecida, tão logo os conservadores sentirem os efeitos dessa medida restritiva na economia e no próprio bolso.

–Wálter Fanganiello Maierovitch–


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet