São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Guerra às Drogas e as Famílas Harry Potter e Michoacan.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch- Terra Magazine.

IBGF, 17 de julho de 2009.


1.Cartel “Família Michoacan” (México).

No México e nas últimas 48 horas, foram executadas, em face de tiroteios, explosões e balas perdidas, 53 pessoas. Como sempre e referente às vítimas fatais, a maioria era de civis inocentes, ou seja, cidadão sem ligações com o narcotráfico ou com o exército e a polícia, ambos envolvidos na “Guerra às Drogas”.


As mortes decorreram de surpreendentes ataques, a lembrar o promovido em São Paulo pelo Primeiro Comando da Capital (PCC) e que colocou de joelhos o governo estadual.


Embora o presidente mexicano Felipe Calderon tivesse declarado “Guerra às Drogas” logo no primeiro dia do seu mandato, --tudo com pesado apoio financeiro do ex-presidente George W.Bush--, as forças de ordem (exército e polícias) e os cidadãos mexicanos não esperavam o virulento ataque comandado pelo cartel da “Família Michoacan”: o cartel leva o nome do estado de Michoacan.


Para analistas, tratou-se de reação da “Família Michoacan” diante da prisão de um dos seus principais chefões, Arnoldo Rueda Medina. Na segunda feira passada, o cartel “Família Michoacan” já havia matado 12 policiais, por vingança.


Em situação difícil ficou o governador do estado de Michoacan, Leonel Godoy. O seu irmão, Julio Godoy, que é parlamentar e advogado, responde a processo criminal por aliança e colaboração com o cartel “Família Michoacan”.


Como Julio está foragido, o governador e irmão Leonel, hoje, fez um apelo para ele se entregar e defender-se da acusação. Disse o governador que o irmão vive modestamente e jamais teve ligações com a criminalidade organizada.


2.Família Harry Potter.



Ontem, foi lançado nos EUA o sexto capítulo da saga “Harry Potter e o Príncipe Meiosangue”, com grande audiência.


Não se sabe como será a audiência de hoje, diante da prisão, --no dia seguinte à exibição do capítulo--, do ator Jamie Waylett, de 19 anos e que interpreta o personagem Vincent Crabbe.


Hoje, Jamie Wayletta dmitiu que cultivava maconha em casa. Uma confissão veraz, pois foram apreendidos na sua residência 10 pés dessa droga.


A prisão do autor e de amigos decorreu do encontro, numa blitz policial e no interior de um veículo da marca Audi, de onze porções embaladas de maconha e um canivete. A droga era para uso pessoal e não para tráfico, conforme esclareceram os ocupantes do automóvel.


3.PANO RÁPIDO.

Os presidentes Calderon (México) e Uribe (Colômbia) são favoráveis à política norte-americana da “war on drugs”.


Como Bush e o czar antidrogas da ONU, Antonio Maria Costa, os dois presidentes supracitados entendem que a “war on drugs” dá bons resultados.


Por evidente, ambos avaliam mal e o novo czar da Casa Branca, recém nomeado por Obama e já com nome aprovado pelo Congresso, já avisou que essa política de “war on drugs” faliu, em termos de resultados quanto à redução de oferta e à destruição de cultivos: referência clara aos Plan Colômbia e Plan Mérida (México).


No México, 80% das vítimas fatais da “Guerra às Drogas” são civis, sem qualquer vínculo com os cartéis.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet