São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

Terror Iraque. Bush tenta saída honrosa.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

IBGF, 14 de dezembro de 2008.


Bush acaba de desembarcar no Iraque, sempre de susrpresa. Lógico, para evitar riscos de explodir.


Por que está lá ?


É que o Parlamento iraquiano, por uma larga maioria (149 votos a favor e 50 contra) aprovou, há pouco, a retirada das tropas norte-americanas em 2011.


Bush acha isso uma vitória que neutralizará a promessa de Obama de retirada imediata das invasoras tropas norte-americanas.


Não passa pela cabeça de Bush poder Obama realizar a retirada antes de 2011.


Convém notar, ainda, que o Parlamento iraquiano decidiu condicionalmente por 2011. Sua decisão estrá sujeita a referendo popular, marcado para julho de 2009.


No momento, os xiitas, que eram favoráveis a intervenção (invasão) norte-americana e derrubada do então governo de Saddan Hussein, agora querem a saída das tropas. Frises-se, favoráveis no começo pois queriam a queda de Saddan, que governava com apoio dos sunitas.
Como, agora, os xiitas estão no poder e são maioria nele, querem a saída americana, em especial os fanáticos seguidores do grupo radical de Moktada al Sadr.


Os sunitas, inicialmente contrários à invasão, no momento desejam a permanência das tropas norte-americanas invasoras. Eles estão em minoria e preparam uma reviravolta no jogo de poder. Reviravolta em razão de estarem se afastando dos al qaedistas jihadistas. Querem uma fatia de poder e perceberam que devem negociar ao invés de combater.


PANO RÁPIDO. Bush canta vitória. Acha que o general Petraeus conseguiu reduzir a violência. Finge não perceber que essa queda é circunstancial. Ela decorre, basicamente---, de um novo cenário de busca de conquistas políticas e de interesses financeiros, entre xiitas, sunitas e curdos. A lei iraquiana sobre a repartição equânime dos recursos petrolíferos ainda não foi votada. A Shell e a Exxon, sem esperar a lei, firmam acordos com xiitas, curdos e sunitas. Tal situação gera queda da violência.

--Wálter Fanganiello Maierovitch--


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet