São Paulo,  
Busca:   

 

 

Agora

 

TERROR. Não existe a milícia Mujahedin do Deccan. Na mira, ogrupo Lakshar Taiba

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

IBGF, 28 de novembro de 2008.

Chhatrapati Shivaji Terminus de Mumbai.

Para os 007 dos serviços secretos ocidentais e para os especialistas em estudos sobre o fenômeno representado pelo terrorismo internacional, não existe a milícia Mujahidin do Deccan.


Esse nome fora usado como despiste, ou seja, de uma milícia a indicar que provinha do sul do país: Deccan é região sul. A referida milícia assumiu, por internet (cyber-terror), a responsabilidade pelos ataques iniciados no período noturno da última quarta-feira, em Mumbai, capital econômica da Índia.


Os serviços secretos ocidentais que apóiam os da Índia, que são descentralizados e sem um órgão central de coordenação, apontam o dedo para o histórico grupo Lakshar-e-Taiba, fundado no Afeganistão em 1991 e, há dois anos, ativo na cidade paquistanesa de Lahore.


Tal grupo fundamentalista islâmica é afiliada da Al Qaeda e atua na Caximira. A cidade de Lahore é distante de Mumbai e próxima à Caximira.


Para os 007 ocidentais, os ataques em Mumbai, por um grupo terrorista composto por jovens entre 20 e 25 anos, não representaram surpresa. Há três meses, bombas, do terror islâmico, já tinham explodido em Nova Delhi e de Ahmedabad a Bangarole. Isso era indicativo do início de temporada de ataques.


Ao contrário do divulgado ontem pelo governo indiano, a milícia não chegou apenas pelo mar Arábico.
,br>
Um contingente de apoio estava em terra e orientou e guiou o grupo-de-fogo (este desembarcou por mar) até os locais pré-designados para os ataques, como os hotéis Taj e Oberoi, o Leopold´s Café (ponto de encontro de turistas ocidentais), o Cama Hospital, etc.


Pano Rápido. O certo é que os serviços secretos da Índia nunca foram eficientes. Não sabem se antecipar e projetar, diante de informes, situações de risco.


Só para lembrar, a premier Indira Gandhi foi assassinada.


O seu sucessor e filho, Rajiv Gandhi teve o mesmo destino. Sonia Gandhi, esposa de Rajiv, percebeu que teria a mesma sorte da sogra e marido quando se dispôs a assumir o cargo. Um forte e violento movimento fundamentalista hindu ameaçou-a em razão de Sonia ser estrangeira, ou seja, nascera na Itália: o cargo foi ocupado por Manmohan Singh.
--Wálter Fanganiello Maierovitch


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet