São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

ITÁLIA: Ciampi não aceita reeleição para presidente. Berlusconi finalmente deixa o Palazzo Chigi.

Por IBGF/WFM

IBGF, 4 maio de 2006.

OLHO.

A eleição para a presidência da República será na próxima segunda feira (8 de maio de 2006).
Mais um fora a marcar a trágica passagem de Sílvio Berlusconi no cargo de primeiro ministro. Sempre apoiado por neofacistas, Berlusconi deixa a sede do governo com os seus adeptos a cantar Oh Bella Ciao, que representa o canto da Resistência Italiana contra o nazifascismo. Para Ciampi, não seria republicano uma recondução à presidência da República, ainda que de forma unânime.
Don Coglioni deixa a sede do Conselho de Ministros com a clack errando no canto.


MATÉRIA.

O presidente Ciampi declarou que na Itália republicana nunca houve a reeleição. Por isso, ele não aceitava a sua indicação, vista como solução pelas duas forças políticas em disputa: Unione, liderada por Romano Prodi e Casa della Libertà, liderada por Silvio Berlusconi.

. Depois de renunciar o mandato em razão da última derrota eleitoras (com recontagem de votos e recursos), Berlusconi quis dar um ar triunfal à sua saída do palazzo Chigi, sede da presdência do Conselho de Ministros.
Berlusconi sempre contou com o apoio dos neofascistas italianos e o seu braço direito no Conselho (ministro das relações exteriores) era Gianfranco Fini, da Aliança nacional (partido neofascista).


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet