São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

ELTON JOHN, cigarro de maconha e cordas vocais

Os botânicos catalogaram 80 mil espécies de plantas. Dessas, apenas 4 mil têm propriedades que atuam sobre o sistema nervoso central. Umas, as psicoativas, fazem o cérebro trabalhar mais rapidamente. Já outras, depressoras e narcóticas, reduzem a velocidade do cérebro. A terceira espécie, perturba as funções cerebrais.

No século XX, a mais falada e famosa de todas essas plantas catalogadas é a maconha. Em espanhol, recebe o nome de marijuana, ou seja, a erva de Maria. Se o internauta consultar o arquivo de comentários do Jornal do Terra poderá ter a falsa impressão de que já se falou tudo sobre maconha.

Por exemplo, existem comentários sobre maconha transgênica, maconha terapêutica, tráfico de maconha, política, maconha e plebiscitos para liberação. Também se comentou sobre os países, como o Marrocos, o Paraguai e o México, com "PIB" dependente da maconha.

A economia paralela movimentada pela maconha foi igualmente comentada, com a explosão da venda de papel gomado, isto para feitura do cigarro de maconha. Até já falamos sobre o 35º aniversário do Sarasani ¿ primeiro coffe-shop holandês a vender legalmente cigarro de maconha. Neste mês, com chamada na primeira página do Portal do Terra, falamos sobre os um milhão de usuários de maconha que não poderão votar nos EUA.

Hoje, a novidade sobre a maconha vem do Reino Unido. Ou melhor, das confissões do famoso compositor e interprete Elton John. Segundo o tablóide inglês Daily Express, Elton John operou as cordas vocais em 1987. E sua assessoria deu a falsa noticia de tratar-se de uma mera infecção nas cordas vocais.

A verdade era outra, só agora revelada e pelo próprio Elton John. O problema verdadeiro, que levou à cirurgia, foi o aparecimento de pólipos, nas cordas vocais. Os pólipos foram causados pelos muitos cigarros de maconha fumados por Elton John. O cantor reconheceu haver fumado muita maconha quando vivia na Austrália, nos anos 80. Ele diz ter fumado ainda mais quando se divorciou de Renate Blauel. A cirurgia foi necessária, pois os pólipos podiam evoluir em câncer de garganta. Aí, adeus às cordas vocais.

Elton John contou o diálogo tido com o cirurgião de cordas vocais. De cara, o cirurgião falou: você está fumando muita erva. Curioso, Elton John indagou como o cirurgião sabia disso. A resposta veio curta e no alvo: "Você está com a voz rouca e baixa". Mais, "a coisa pior a acontecer a um cantor é fumar marijuana, maconha".

Felizmente, Elton John não precisou extrair as cordas vocais, como acontece, com freqüência, aos fumantes de tabaco e de maconha. Bastou uma raspagem para eliminar os pólipos.

A respeito do antes e do depois da maconha, ou melhor, da cirurgia, Elton John abriu o jogo: depois da operação a minha voz tornou-se mais profunda. Ficou mais forte e ressonante. Antes da cirurgia, pelo consumo de maconha em cigarro, eu era um pianista que cantava. Hoje, sem cigarro de maconha, sou um cantor que toca piano. Acabou o fumacê nos estúdios, em casa e nos shows. E Elton John continua o máximo.


© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet