São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

You Tube mostra vídeo a complicar Khatami.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

13 de agosto de 2007.



O ex-presidente iraniano Mohammad Khatami está sendo processado por “ tocar mãos impuras de mulheres”. E isto com a agravante de que as mulheres tocadas não usavam véu a cobrir a cabeça”.

Como fonte de prova contra Khatami, -- líder religioso moderado que sucedeu ao fundamentalista Ruhollãh Mosavi Khomeyni (falecido em junho de 1989)--, está sendo utilizado um vídeo do You Tube.

O vídeo documenta uma visita de Khatami à italiana Universidade de Udine, ocorrida em maio de 2007.

As imagens mostram Khatami a percorrer a universidade cercado por um grande número de estudantes. Num certo momento, Khatami responde a cumprimentos e aperta as mãos de estudantes, dentre eles três universitárias.

Os fundamentalistas xiitas da iraniana cidade santa de Qom representaram contra Khatami junto ao Tribunal religioso de Qon e o processo foi instaurado. Como se sabe, o Irã é um estado teocrático e a decisão da Justiça poderá criar impedimentos a Khatami, influenciar as eleições parlamentares de 2008 e a presidencial de 2009.

A lei islâmica proíbe aos homens de manter contato físico com mulheres que não sejam familiares consangüíneos: para vinculo familiar por afinidade permanece a regra de proibição.

Khatami é considerado um líder religioso reformista e moderado. Caso seja condenado, perderá o direito de usar as vestes religiosas talares (longas até o talo, ou seja, tornozelo).

Atualmente, Khatami é membro do clero xiita e preside o Conselho Central da Liga Central de Clérigos Militantes, ou seja, como atuação política.

Desde 1997, Khatami conseguiu estabelecer forte liderança entre as mulheres e os jovens estudantes, desejosos de um novo Irã.

Pelas imagens, pode-se afirmar que Khatami cumprimentava várias pessoas e pode não ter percebido as três universitárias. Além disso, haveria constrangimento caso negasse cumprimentar.

Wálter Fanganiello Maierovitch, 12,15 hs


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet