São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

GAY. Casal preso por trocar beijos. Marcado, em protesto, o Dia do Beijo Gay

Por Wálter Fanganiello Maierovitch

27 de julho de 2007.

Casal preso, Roberto e Michelle.



Na madrugada de hoje, um casal gay elegeu o Coliseu de Roma como cenário romântico para a troca de beijos “fogosos”, como adjetivou Roberto e admitiu Michele, de 27 e a 28 anos de idade, respectivamente.

Um ronda de carabineiros (polícia militar) transformou o namoro em caso de polícia e o casal homessexual acabou preso e acusado de práticas obscenas.

Na véspera, a mais alta de Corte de Justiça italiana, em julgamento divulgado por todos os jornais daquele país, entendeu que os gays têm o direito constitucional de exprimir a sua identidade sexual.

Parece que os carabineiros da referida ronda não entenderam a decisão da Corte. Certamente, não reprimiriam se tivessem encontrado um casal heterossexual aos beijos.

Inglaterra: beijo de casamento.


Logo depois da detenção, foi acionada a Gay Help Line e, hoje no final da tarde, a entidade que congrega homossexuais europeus deliberou, para 2 de agosto , o dia do beijo comunitário. Lógico, na frente do Coliseu romano.

Diante da reação indignada de defensores das minorias e cultores dos direitos humanos, o comando dos Carabineiros acaba de divulgar uma nota, ou melhor, promove uma defesa corporativa.

Para o mais graduado dos carabineiros da supracitada ronda policial, não se tratava de troca de beijos, mas de prática de sexo oral.

O Coliseu (Colosseo para os italianos) começou a ser construído no ano 72 dC. Com capacidade para abrigar 50 mil espectadores, muitos espetáculos ocorreram por lá. Só que, jamais, um espetáculo preconceituoso como o protagonizado pelos carabineiros, na madrugada de hoje.

Vale lembrar que na “Via San Giovanni”, que liga o “Colosseo” à catedral de San Giovanni in Laterano, o prefeito (“sindaco”) de Roma, Walter Veltrone, autorizou a realização de encontros culturais e eventos à comunidade gay: lá ocorreu, há pouco, a Parada Gay.

< A respeito de Roberto, que mora em Roma, e Michelle, habitante de Lecce, já estão em liberdade e trocaram beijos, como se verifica na foto acima tirada por fotógrafo do jornal La Repubblica.
Wálter Fanganiello Maierovitch, 19,40 hs.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet