São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

BLOG. No site da CBN, o blog do presidente do IBGF.

Por IBGF-Instituto Brasileiro Giovanno Falcone

.
25 de junho de 2007.



A Central Brasileira de Notícias (CBN) colocou no ar o blog do presidente do IBGF, Wálter Fanganiello Maierovitch. O endereço é www.cbn.com.br ou www.waltermairovitch.globolog.com.br

Acesse o blog, deixe o seu comentário sobre os temas e faça as suas críticas.
Dois temas diários são colocados no blog, que fica aberto para interlocuções com os internautas.
Contamos com o seu apoio.
IBGF.
CONFIRA. .......................
...............................

25/06/2007.
La Bocca della Verità.


BOCA DA VERDADE II.

No pórtico da igreja de Santa Maria in Cosmedin, construída em Roma no século VI, está a Boca da Verdade (Bocca della Verità). A Boca da Verdade faz parte de uma máscara medieval, em mármore pavonazzetto e colocada na referida igreja em 1632.

Com cara de poucos amigos e olhos aterrorizantes, a máscara representa uma divindade fluvial (do rio Tevere). Segundo uma lenda medieval, o suspeito de enganar o povo era obrigado a colocar a mão na boca da divindade.

A mão do mentiroso era mordida e decepada pela Boca da Verdade. Para o veraz, nenhum problema. O primeiro a ter a mão cortada foi o mago Virgílio, sempre conforme a lenda.

Pedir a máscara emprestada para levá-la a Brasília e colocá-la no Senado seria uma boa. Os senadores Renan Calheiros (PMDB-Al) e Joaquim Roriz (PMDB-DF) poderiam colocar uma das mãos na Boca da Verdade.

O problema é que os advogados invocariam a nossa Constituição da República. Nela está escrito que ninguém está obrigado a se auto-acusar, ou melhor, produzir prova contra si próprio.

Roriz, ex-governador do Distrito Federal e atual senador, começou a viver “dias de Renan”, ou melhor, pesadelos. No final de semana, matéria da revista Época revelou o teor de interceptação telefônica colhida no âmbito da Operação Aquarela da polícia federal. Pelo divulgado, Roriz acertou a divisão de R$2,2 milhões, - de origem desconhecida- no escritório do maior acionista da empresa aérea Gol, conhecido por Nenê Cosntantino.

O corregedor do Senado, em entrevista, afirmou que pedirá esclarecimentos. Aliás, grande novidade. Caso não solicitasse estaria a cometer crime de prevaricação, tipificado no Código Penal: “retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício . . .”

Mais uma vez, o vazamento de um grampo coloca um político conhecido em dificuldade. Vamos nos preparar para os ataques aos vazamentos e a tentativa de regulamentação das interceptações telefônicas, de modo a que permaneçam no mais absoluto sigilo.

Na semana passada e em face de vazamento de grampos, o ministério da Justiça da Itália resolveu elaborar um projeto de lei para evitar vazamentos.

O projeto italiano vazou na imprensa. Dele consta que o responsável do jornal que publicar teor de grampo responderá a processo criminal. O ministro da Justiça, Clemente Mastella, desmentiu a elaboração do projeto, sem convencer.

WFM, 12,50hs.

Postado por Walter -(s)

..................................

25/06/2007.
Bocca della Verità.


BOCA DA VERDADE.

Os livros de criminologia ensinam que o inocente não tem medo da produção de provas, ao contrário do delinqüente. Isto ocorre porque o inocente sabe que prevalecerá a verdade. Assim, ele facilita a tramitação do processo e não usa estratégias protelatórias ou dirigidas a desviar o foco da acusação.

O presidente do Senado, Renan Calheiros, afasta-se do proceder padrão dos inocentes.

Depois da frustrada tentativa de juntar documentos duvidosos para sepultar sumariamente o processo disciplinar interno por quebra de decoro parlamentar, o senador Renan busca novas estratégias. Todas com o objetivo de atrasar o esclarecimento da verdade.

Alguns parlamentares, com tese digna de rábula de porta-de-cadeia, querem que o processo interno por quebra de decoro seja encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ora, não é o STF que decide sobre decoro de senador. Ele apura e decide a respeito de crimes cometidos por aqueles que gozam de foro privilegiado.

Como se percebe, querem emgambelar o cidadão-honesto. Tais rábulas do leguleio sabem que o STF levará anos para decidir. E decidirão que a questão é "interna corporis", ou seja, algo da atribuição exclusiva do Senado da República.

WFM, às 11,30 hs.
Postado por Walter.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet