São Paulo,  
Busca:   

 

 

Cultura

 

ESPANHA: A Justiça nas Passarelas.

Por Wálter Fanganiello Maierovitch





O mundo da moda é marcado pela ética do interesse financeiro. O seus dois comandantes, sempre fora das passarelas, mereciam ser vaiados. São eles o parisiense Didier Drumbach e o milanês Mario Boselli.

Didier é o presidente da Câmara da Moda da França. E o Boselli a da Itália. Só que essa dupla também comandam a moda internacional, jogando de mão com os influentes de Nova York.

Didier e Boselli são contrários à proibição imposta às modelos que atuam na Espanha.

Na Espanha, estão proibidas de desfilar as modelos com índice de massa-corpórea inferior a 18,5. Ou seja, divide-se o peso da modelo pela sua estatura elevada ao quadrado. Abaixo de 18,5 não desfila.

A recém falecida modelo Ana Carolina Reston, brasileira e vítima das conseqüências da anorexia, estaria proibida de desfilar na Espanha. O índice de massa corporal de Ana Carolina chegou a 13,0.

A regra adotada na Espanha não é arbitrária. Ela segue o critério da Organização Mundial da Saúde: Ou seja, abaixo de 18,5 não é mais magreza.

Para o milanês Boselli, a norma espanhola é demagógica, inaceitável. E essa sua encontra eco no afirmado pela modelo internacional Beatrice Borromeo. Para Borromeo, “ o problema é que os cânones de beleza são esses. E ela acrescentou: “duvido muito que mudarão”.

Como se percebe, Paris, Milão e Nova York, ditam o padrão internacional às modelos. E não conta o risco de a modelo poder perder a vida pela anorexia e bulemia.

Infelizmente, essa a Justiça das passarelas.

A prefeita de Milão, Letizia Moratti, está empenhada em enquadrar os tiranos da moda.

Moratti promove, há meses, um ciclo de debates com especialistas nas áreas da Moda, Cardiologia, Ciência da Alimentação, Medicina Esportiva, Psicologia e Sociologia.

Ela chama isso de Fórum da Moda e Saúde e busca estabelecer um código ético que proteja a saúde das modelos. E o ideal seria, segundo a prefeita Moratti, uma autoregulamentação de abrangência internacional.

IBGF, 23 de novembro de 2006.


Assuntos Relacionados
© 2004 IBGF - Todos os direitos reservados - Produzido por Ghost Planet